Em Xanxerê, maior índice de aprovação no vestibular da UFSC é do IFSC

22 de janeiro de 2019 11:07
Educação , História , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Em Xanxerê, maior índice de aprovação no vestibular da UFSC é do IFSC Foto: Divulgação

O IFSC de Xanxerê é uma escola técnica, onde os estudantes realizam o ensino médio juntamente com um curso técnico, o chamado curso integrado. Ao longo do ano de 2018, os estudantes do IFSC participaram do vestibular da UFSC, dos 12 inscritos três alunos obtiveram aprovação, em torno de 25%.

De acordo com a Técnica em Assuntos Educacionais do Instituto Federal e chefe substituta do departamento de ensino, pesquisa e extensão, Naidi Carmem Gabriel e dados estatísticos divulgados pela própria Universidade Federal de Santa Catarina, o IFSC teve o maior índice de aprovação da cidade.

– Para nós foi uma grata surpresa, considerando que são as primeiras turmas que estão se formando nos cursos. Sabemos que o sucesso obtido é fruto do acompanhamento de toda equipe de professores, técnicos administrativos, gestão do campus e especialmente dedicação intensa dos estudantes – explica Naidi.

Foram três estudantes aprovados no vestibular da UFSC, segundo Naidi, porém o IFSC está aguardando o resultado de outros processos seletivos como os do Sisu, que é de acordo com a nota do Enem. Que devem ser divulgados na próxima semana.

– Já recebemos comunicados de alunos aprovados em outras universidades federais e ainda estamos aguardando o resultado do Sisu, que é de acordo com a nota do Enem. Acredito que na próxima semana serão divulgados mais resultados de aprovações – pontua.

Aprovados ou não, os acadêmicos formados no IFSC de Xanxerê, tem muito o que comemorar.

– Independente de uma aprovação na universidade, os alunos estão indo para o mundo do trabalho com uma profissão, assim, cabe a eles decidir o campo de atuação a partir de seu projeto de vida que pode estar atrelado ou não ao ingresso no ensino superior– finaliza.


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais