Mais de 170 casos de violência doméstica foram atendidos pela PM neste ano em Xanxerê

21 de novembro de 2017 15:17
Comunidade , Lance Notícias , Polícia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Mais de 170 casos de violência doméstica foram atendidos pela PM neste ano em Xanxerê Mais de 170 casos de violência doméstica foram atendidos pela PM neste ano em Xanxerê. (Foto: Divulgação)

Os inúmeros casos de violência doméstica que vem sendo noticiados ilustram como a mesma está presente na vida das mulheres. Motivados por ciúmes ou bebida alcoólica, parceiros vivem uma rotina de agressões.

Em grande parte dos acontecimentos, as mulheres não têm a identidade revelada e em poucos casos, há informações sobre o que aconteceu com vítima e até mesmo com o agressor.

Os números de atendimentos relacionados à violência contra a mulher da Polícia Militar de Xanxerê, tem aumentando significativamente. No período de janeiro à 13 de novembro deste ano, foram atendidos 172 casos. Em 2016, no mesmo período, foram atendidos 58 casos.

De acordo com o Comandante da 4ª Companhia de Polícia Militar de Xanxerê Fronteira, Capitão Vilte dos Santos, a diferença nos números reflete no aumento de procura pela Polícia Militar.

“Importante frisar, no que tange aos boletins referente a violência doméstica, que houve um aumento de BOs lavrados em 2017, comparando com o mesmo período de 2016, porém, isso não quer dizer que houve um aumento de casos, mas reflete sim, em um aumento de procura à Polícia Militar por parte da vítima”, disse.

Das 172 ocorrências atendidas pela PM, de 1º de janeiro à 13 de novembro, 111 foram gerados boletins de comunicação de ocorrência policiais e 61 foram presos. Em 2016, dos 58 casos, 28 deles foram gerados boletins de comunicação de ocorrência e 30 foram presos.

Ao presenciar violência contra a mulher, é importante denunciar. A denúncia de violência doméstica pode ser feita em qualquer delegacia, com o registro de um boletim de ocorrência, ou pela Central de Atendimento à Mulher (Ligue 180). A denúncia é anônima e gratuita, disponível 24 horas, em todo o país. Ou para a Polícia Militar. Lembrando que violência não é apenas agressão física, qualquer comportamento ofensivo, de humilhação ou que cause sofrimento psicológico é considerado violência.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais