Mais de 500 xanxerenses se tornaram microempreendedores neste ano

5 de novembro de 2017 14:58
Comunidade , Economia , Lance Notícias , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Mais de 500 xanxerenses se tornaram microempreendedores neste ano

Em tempos de crise econômica é nítida a imagem de empresas fechando e, a taxa de desemprego em aumento. Grande parte da população xanxerense e da região já sentem na pele os índices desta crise e buscam diante disso novas alternativas no mercado.

De acordo com Arildo Metzger, que faz parte da Coordenadoria Regional do SEBRAE, uma das alternativas encontradas pela população é se tornar um microempreendedor individual, ou seja, abrir o seu próprio negócio.

Arildo destaca que essa é a forma mais rápida para se ter um CNPJ e o empreendedor garante várias vantagens. “A abertura de uma empresa chamada Microempreendedor Individual é a forma mais rápida de você ter um CNPJ. Ele é limitado a 500 atividades, e tem um limite de faturamento de em média R$ 5 mil, por mês. Com o CNPJ empresário tem acesso a cadastros, consegue emitir nota fiscal e também consegue cadastros para conseguir máquina de crédito”.

Segundo dados do SEBRAE, mais de 500 pessoas se tornaram Microempreendedoras neste ano. “Xanxerê tem um ótimo índice de MEIS abertos, temos em torno de 2.500 abertos e neste ano mais de 500 foram abertos. Temos casos como de um haitiano, de uma doméstica e também de um cubano”, diz.

O maior número de pessoas que se tornaram microempreendedoras, são aquelas que foram excluídas das suas atividades profissionais. “O número bom está relacionado ao número de empreendedores que nós temos, o ótimo seria que todo o MEI que teria uma oportunidade de negócio, pudesse abrir a sua empresa, muitos que abriram a empresa, foram excluídos das suas atividades profissionais, aqueles que perderam postos de trabalhos, muitos vieram para o MEI para poder iniciar uma atividade”.

Santa Catarina tem atualmente cerca de 250 mil microempreendedores individuais formalizados. A coordenadoria regional oeste do Sebrae/SC atende 54 municípios que, juntos, contabilizam 16 mil microempreendedores individuais formalizados.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais