Médica cubana conta detalhes sobre sua participação do projeto Mais Médicos em Xanxerê

16 de junho de 2016 11:34
Comunidade , Saúde , Variedades Compartilhar no Whatsapp
Médica cubana conta detalhes sobre sua participação do projeto Mais Médicos em Xanxerê Médica cubana conta experiência de atuar em Xanxerê (Foto: Patrícia Sila/Lance Notícias)

 

Magdalia Albelo Rey, de 50 anos, médica, cubana. A doutora, que está em Xanxerê há pouco mais de dois anos e faz parte do projeto Mais Médicos, conta sobre como foi deixar o seu país e vir para o Brasil participar do projeto do Governo Federal. Em entrevista ao LANCENOTICIAS.com.br, Magdalia destacou também suas maiores dificuldades enfrentadas no novo país, cidade e emprego.

A médica chegou no Brasil no dia 3 de maio de 2014 e inicialmente ficou em Fortaleza onde passou por um treinamento, na sequencia foi encaminhada para Xanxerê e só começou a atuar como médica em junho de 2014.

“No começo tive um pouco de dificuldade com a língua, mas logo me acostumei e hoje consigo me comunicar normalmente. A princípio, o que foi mais difícil mesmo foi o clima, nós não estamos acostumados com o frio daqui. Eu cheguei em Xanxerê em maio de 2014 e já era frio, inverno rigoroso, então tive que comprar casacos, porque não tinha roupa de inverno. Sempre lembro que foi um frio como agora, porque em 2015 não teve tanto frio. Já estou mais acostumada”, explica.

A médica destaca que não é a primeira vez que sai do seu país para atuar: “Estou acostumada a trabalhar com pessoas de diversas classes sociais. Já cumpri missão em outro país e estou acostumada, para mim isso não foi difícil. Agradeço a Deus por ter me colocado no lugar certo para ajudar as pessoas”, salienta.

Magdalia veio para o Brasil sozinha, deixando três filhos em Cuba, “Eu vim sozinha deixei em Cuba três filhos, eles têm 17, 22 e 28 anos. Eles estudam, a mais velha faz psicologia e termina a faculdade em setembro, a do meio está no segundo ano de medicina e prefiro que eles fiquem em Cuba, assim podem estudar e fazer uma carreira, já que lá elas não pagam, diferente daqui”, destaca.

O contrato da médica se encerra em janeiro de 2017 quando deve retornar para Cuba: “Mas se eu tiver a oportunidade de voltar para o Brasil, eu retorno”, finaliza.

 

Sobre Cuba

Cuba é um país insular localizado no mar do Caribe (ou mar das Caraíbas), na América Central e Caribe. Cuba é o único país socialista da América na atualidade. O país tem uma taxa de alfabetização de 99,8%, uma taxa de mortalidade infantil inferior até mesmo a de alguns países desenvolvidos e uma expectativa de vida média de 77,64 anos.

O clima local é tropical, moderado por ventos alísios vindos do nordeste que sopram durante todo o ano. A temperatura também é formada pela corrente caribenha, que traz água quente a partir do equador. Isso faz com que o clima de Cuba seja mais quente que o de Hong Kong, por exemplo, que está à mesma latitude de Cuba, mas tem um clima subtropical. Em geral, há uma estação seca de novembro a abril e uma estação mais chuvosa de maio a outubro. A temperatura média é de 21 °C em janeiro e 27 °C em julho.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais