Miri deve deixar a ADR de Xanxerê em abril

12 de fevereiro de 2018 11:45
Comunidade , Política , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Miri deve deixar a ADR de Xanxerê em abril (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

O atual Secretário da Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê, Ademir Gasparini, deve deixar a cadeira em abril deste ano, isso porque o Governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), deve pedir exoneração, deixando o cargo para o vice Eduardo Pinho Moreira (PMDB).

De acordo com o Secretário, a medida é um ato solidário ao partido. “Existe a possibilidade do primeiro escalão do governo atual, não de todos os secretários, mas os secretários do PSD, de uma forma solidária a saída do Governador Raimundo Colombo, pedir a exoneração do cargo. Não vai ser diferente aqui no município de Xanxerê”, explica.

Miri comenta também que o ato deve acontecer após o pedido de renúncia do governador. O mesmo até previsto para abril. “Já temos programado isso, já temos conversado com o grupo, com o partido e a decisão é essa. Isso deve acontecer em abril, já que é preciso cumprir o prazo legal da Justiça Eleitoral, onde para ser candidato ao senado o governador precisa sair até o dia seis ou sete de abril”.

Em conversa com o presidente do PMDB de Xanxerê, Guilherme Bodanese Demarch, o mesmo destaca que na sexta-feira (16), o partido terá uma reunião em Florianópolis para definir o nome de quem deve assumir a ADR de Xanxerê.

“Nós teremos uma reunião na sexta-feira em Florianópolis, onde vamos definir os nomes. Nós vamos estar levando os nomes dos líderes de Xanxerê, sendo Vilson Piccoli e do Adenilso Biasus como sugestão ao Governo do Estado, para que possamos estar pleiteando a ADR”.

 

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais