Montante de R$ 500 mil destinado por deputado federal para a Saúde de Xanxerê é liberado

1 de novembro de 2018 14:09 | Política , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Montante de R$ 500 mil destinado por deputado federal para a Saúde de Xanxerê é liberado (Foto: Divulgação)

Nesta semana foi confirmada a liberação de um montante de R$ 500 mil que serão destinado à Prefeitura de Xanxerê a serem investidos na saúde do município. O recurso foi destinado pelo deputado federal Pedro Uczai (PT), que já tinha destinado a mesma quantia para a Secretaria Municipal de Saúde no mês de junho deste ano.

Conforme o deputado, o dinheiro é diretamente para custeio, podendo ser utilizado para a realização de exames, consultas, cirurgia e também para o pagamento de despesas da Secretaria de Saúde. O montante é oriundo de emendas individuais do deputado.

“O valor já estava empenhado e agora foi liberado. Assim como outros recursos que já destinei para o município, o que queremos é cuidar da saúde da população. Além disso, recebi um número expressivo de votos em Xanxerê e isso é o mínimo que posso fazer pela população”, comenta.

Além disso, neste ano também o deputado conseguiu a liberação de 1% do Fundo de Participação dos Municípios, o que resultou em um montante de mais de R$ 976 mil para Xanxerê e luta para conseguir mais uma liberação para o mês de março.

Reeleito como deputado federal representando Santa Catarina, agora Pedro Uczai pretende seguir defendendo os ideias que sempre defendeu. “Agora, temos um novo governo, vamos continuar defendendo as ideias gerais, como saúde, educação, agricultura, os direitos do trabalhador. Uma das nossas lutas é para derrubar a PEC do congelamento de gastos, para ter mais investimento nas atividades essenciais”, destaca.

Além disso, ele é o autor de um projeto que visa destinar um valor do Imposto Sobre Serviços (ISS), que é pago sobre cartões e que quando o consumidor gasta no município, ele vai para os grandes bancos das capitais. O projeto precisa passar por mais uma votação apenas e o objetivo é que esse imposto fique para o município. Caso aprovado, com mais esse recurso o município teria cerca de R$ 1,5 milhão a mais por ano.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais