Motorista de transporte escolar por mais de 20 anos coleciona boas histórias

29 de janeiro de 2019 18:22
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Motorista de transporte escolar por mais de 20 anos coleciona boas histórias Ivo Finatto (Foto: Patrícia Silva)

Ivo Finatto, de 64 anos, dedicou a vida à profissão de motorista. Hoje, aposentado ele coleciona boas histórias.

– Eu comecei trabalhando na empresa Ceval, na portaria, também como motorista. Fiquei ali por oito anos. Depois comecei a trabalhar vendendo ovo. Comprei uma Kombi e vendia pela cidade, não tinha ninguém que fazia isso. Eu tinha um ponto na Avenida Brasil. Então, o falecido Gilberto, que foi quem começou com o transporte de alunos no município me convidou para ajudar ele a levar os alunos do Evolução. Tirava os bancos da Kombi para vender ovos e depois colocava para levar os alunos – relembra.

Depois disso não parou mais. Passou a levar acadêmicos para as universidades da região. Chapecó e Xaxim era as cidades mais procuradas. Após alguns anos, se dedicou apenas a levar os acadêmicos de Xaxim. Lá se foram 13 anos.

Os desafios na estrada eram diários. Com mais de 20 anos de profissão se envolveu em apenas um acidente de trânsito.

– Só uma vez, na BR-282, no trevo da Femi. Um carreta entrou na pista e eu estava nela, consegui desviar ainda e a carreta só raspou na porta. Ninguém se machucou, naquele momento os alunos estavam cantando parabéns para uma colega que estava de aniversário, só ela estava de pé distribuindo doce para os colegas e acabou caindo, mas não se machucou. Foi um susto grande – conta.

Após estes anos, optou por vender os ônibus que tinha e se dedicar mais a família.

– Comentei com o pessoal e já apareceu gente interessada em comprar os ônibus, já compraram. Agora fico mais em casa, aposentado, com os netos – finaliza.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais