Movimento de Mulheres Camponesas de Xanxerê luta pela garantia de direitos

Formado por aproximadamente dez mulheres, o grupo vai à luta com o objetivo de garantir a liberdade de muitas mulheres

16 de agosto de 2018 08:58
Comunidade , Lance Notícias , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Movimento de Mulheres Camponesas de Xanxerê luta pela garantia de direitos O grupo vai à luta com o objetivo de garantir a liberdade de muitas mulheres. (Foto: Divulgação)

A história de luta e organização das mulheres trabalhadoras vem se construindo e se fortalecendo junto com a história da humanidade. Realizar manifestações e atos, que visam garantir a permanência dos direitos das mulheres, é um dos objetivos do Movimento de Mulheres Camponesas de Xanxerê.

Formado por aproximadamente dez mulheres, o grupo vai à luta com o objetivo de garantir a liberdade de muitas mulheres, mas também reivindicar pelos direitos já adquiridos.

“O grupo é formado por pessoas da região, de Xanxerê somos em dez mulheres. Ele sempre existiu, às vezes se fortalece mais, outras menos, mas são mulheres que organizam tudo e que lutam todas juntas”, explica Terezinha Lamonatto Kohl, integrante do movimento.

Terezinha explica que as mulheres são as que mais sentem os impactos na agricultura e muitas vezes não percebem que os direitos estão sendo perdidos.

“Nós buscamos sempre manter as nossas reivindicações, as nossas lutas, o que nós já conseguimos. Sabemos que há mais de 30 anos não tinha aposentaria, salário maternidade, um monte de conquistas que conseguimos através da luta. Por isso, continuamos organizadas para não perder isso. Não queremos nenhuma conquista a menos, nós sempre queremos mais. Na agricultura, a mulher é a que mais sofre. Não tem fim de semana, férias, feriado, frio ou chuva, que atrapalham o nosso trabalho, que é de segunda a segunda, queremos lutar e conseguir mais direitos”.

Neste ano, o grupo de Mulheres Camponesas da região Oeste completa 35 anos de luta e as xanxerenses deverão participar do ato. “Esse ano o movimento estadual completa 35 anos de luta, resistência e conquistas, nós teremos um encontro em Chapeco e nós de Xanxerê estaremos presentes”, conclui.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais