Mulher com problemas de saúde pede ajuda com alimentação

16 de novembro de 2017 15:04
Comunidade , Lance Notícias , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Mulher com problemas de saúde pede ajuda com alimentação Ela está com um problema no estômago e possui dificuldade para digerir certos alimentos. (Fotos: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

Antônia Weber, de 57 anos, está precisando de ajuda da comunidade. Ela que cuida de aproximadamente 30 cães de rua, está com um problema no estômago e possui dificuldade para digerir certos alimentos.

Com uma renda mensal de R$89,00, ela diz que precisa de um remédio que custa R$120,00. “Eu tenho uma hérnia no estômago e a médica disse que se eu não tratar, vai virar um câncer. Já busquei tratamento pelo SUS, mas demora. Eu ganhei um vidro de remédio de R$ 120,00, mas é pequeno e não dá para muitos dias”.

Antônia conta também que tem uma consulta a ser realizada em Florianópolis, porém, até o momento não foi chamada. “Era para eu ir para Florianópolis em setembro, mas até agora não marcaram a consulta e não tem previsão”.

A ajuda que a xanxerense necessita é para compra de alimentos. “Eu tomo muitos remédios, mas não gasto muito porque a maioria eu consigo pelo SUS. Eu preciso de ajuda para a alimentação, porque eu tenho que ingerir frutas, leite, alimentos com mais líquidos”.

Na casa, situada no Condomínio João de Barro em Xanxerê, residem Antônia e seu filho de 13 anos. A renda da família é de R$ 89,00. “Mora eu e meu filho de 13 anos. Da assistência social eu ganho uma cesta básica, mas é pouco. Por mês eu recebo R$ 39 do Bolsa Família e o meu neto me auxilia com R$ 50,00”.

Antônia conta ainda que trabalhava com reciclagem no município, com isso sua contribuição ao INSS é insuficiente para se aposentar. “Não sou aposentada, porque minhas perícias foram negadas. Mas os papeis estão no advogado, a minha contribuição para o INSS foi pouca, porque eu não tinha muito, eu trabalhava com reciclagem”.

Hoje Antônia vendeu a carroça que utiliza, porém ainda não recebeu.

Você que deseja ajudar Antônia, pode estar entrando em contato pelo telefone: (49) 9 9930-5275

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais