Na contramão da crise, Sicoob inicia 2019 com resultado positivo de R$ 3,12 bilhões

13 de fevereiro de 2019 08:23
Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Na contramão da crise, Sicoob inicia 2019 com resultado positivo de R$ 3,12 bilhões
  • Em 2018, o Sicoob registrou taxa média no crédito pessoal de 1,9% ao mês, enquanto os bancos tradicionais praticaram, em média, 6,8% ao mês
  • O Sicoob, maior sistema financeiro cooperativo do país, inicia o ano de 2019 com crescimento de 12,2% em relação ao ano anterior e um resultado de R$ 3,12 bilhões.
  • A performance positiva se reflete também nas operações de crédito bruto, que registraram R$ 54,6 bilhões, um avanço de 20,4% em relação a 2017. Já os ativos chegaram a R$ 104,2 bilhões com acréscimo de 15,2%.
  • Outro número relevante é o crescimento de novos cooperados: foram 616 mil em 2018, alcançando a marca de 4,4 milhões de pessoas que hoje contam com o amplo portfólio de produtos e serviços financeiros oferecidos pelas cooperativas.
  • A rede de atendimento chegou a 2.899, um acréscimo de 244 novas agências. Consequentemente, a oferta de emprego avançou em 5,9% no Sistema, número positivo diante do cenário de desemprego que o País enfrenta.
  • O patrimônio líquido somou R$ 21,3 bilhões, uma alta de 15% se comparado ao exercício de 2017. Os depósitos do Sistema somaram R$ 64,8 bilhões, aumento de 16,4% em relação ao ano anterior, com destaque para a poupança que evoluiu 34,6% e os depósitos à vista que cresceram 30,6%. Os depósitos a prazo avançaram 14,3%.
  • Outro grande destaque das cooperativas financeiras é em relação as taxas de juros. Em 2018, o Sicoob registrou taxa média no crédito pessoal de 1,9% ao mês (25,6% ao ano), enquanto os bancos tradicionais praticaram, em média, 6,8% ao mês (120,5% ao ano).
  • “O Sicoob se destaca ao longo dos anos com juros bem abaixo da taxa praticada no mercado, sempre implementando as ações consultivas, estimulando o bom uso do produto entre os cooperados e a educação financeira na sociedade brasileira”, reforça Henrique Vilares, presidente do Sicoob.

Fonte: Sicoob Confederação.

 

Assessoria de imprensa Sicoob Credimoc

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais