Não vou suportar viver sem você

29 de julho de 2016 08:00
Comunidade Compartilhar no Whatsapp
Não vou suportar viver sem você Psicóloga comenta sobre aceitação da morte (Foto: Divulgação)

 

As incontáveis perdas que vivenciamos ao longo da vida, na maioria das vezes são inevitáveis, indizíveis e inexplicáveis. Geram extremo desgaste psíquico e demandam a elaboração por meio do processo de luto. Embora, nem todas as pessoas vivenciem nesta ordem, ou mesmo todos esses momentos, o luto geralmente apresenta cinco fases:

Fase 1) Negação: Para se defender do sofrimento o indivíduo acaba negando o problema, tenta encontrar algum jeito de não entrar em contato com a realidade, geralmente não quer falar sobre o assunto.

Fase 2) Raiva: Nessa fase o indivíduo se revolta com tudo, se sente injustiçado e não se conforma por estar passando por isso.

Fase 3) Barganha: Essa é fase que o indivíduo começa a  pensar que será uma pessoa melhor se sair daquela situação, que se sentirá melhor se olhar de outra forma para o ocorrido.

Fase 4) Depressão: Nessa fase a pessoa se retira para seu mundo interno, se isolando, se sentindo impotente diante da situação.

Fase 5) Aceitação: É o período em que se permite enxergar a realidade como realmente é, ficando pronto pra enfrentar a perda. Embora, cada indivíduo lide com as perdas a sua maneira e ao seu tempo, torna-se necessário por mais que acarrete dor e sofrimento, vivenciar o luto, seja a morte de alguém que amamos, o término de um relacionamento, a perda de algo significativo na vida. O que consiste em chorar, sentir raiva, saudade, tristeza e todos os sentimentos inerentes à perda. Importante ficar atento ao fato da pessoa neste momento, necessitar de apoio de pessoas próximas e até mesmo de suporte profissional, especialmente caso apresente significativos prejuízos à própria vida.

Sem título


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais