Novo financiamento habitacional proporciona opções diferenciadas aos compradores

26 de agosto de 2019 09:54 | Visualizações: 1696
Comunidade , Economia , Habitação , Negócios Compartilhar no Whatsapp
Novo financiamento habitacional proporciona opções diferenciadas aos compradores Foto: Divulgação

O governo federal possibilitou à população uma nova linha de crédito para financiar o imóvel novo. O principal objetivo é movimentar a economia do país e, ainda, promover a concorrência entre as agências bancárias.

A nova linha traz uma taxa de 4,95% do valor financiado mais correção do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA). A porcentagem pode chegar a 2,95% do valor financiado para quem tem as melhores relações com o banco. Os valores serão corrigidos mensalmente, prestação a prestação, conforme o IPCA mais recente.

Já a linha de financiamento praticada atualmente traz uma correção de Taxa Referencial (TR) mais 9,75% do valor financiado. Essa porcentagem pode cair até 8,5%, sendo 8,5% para clientes com boas relações com o banco.

Conforme o corretor de imóveis da Santa Aurora Imobiliária, Dionei Lorenci, essa nova modalidade de credito possibilita ao cliente fazer uma escolha de como pretende financiar seu imóvel. Segundo ele, desde o anúncio do governo a procura pelo imóvel novo tem aumentado.

– O Banco Central colocou essa taxa justamente para promover uma maior concorrência entre os bancos e até com as agências crédito. O cliente final vai ganhar muito com isso porque haverá ofertas no mercado imobiliário. A gente acredita que até o final do ano vai surgir financiamentos habitacionais diferenciados e quem ganha com isso é sempre o cliente. A partir dessa notícia começou a procura ainda mais sobre esses imóveis. Têm muitas pessoas que querem sair do aluguel e a intensão do Banco Central é fazer com que mexa esse mercado financeiro, com menores taxa para financiamento e que a população vá em busca de novidade e realizar sonhos. Estamos extremamente otimistas e será uma concorrência bem sadia – argumenta Dionei.


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais