“Objetivo do PMDB é fazer grande projeto para Xanxerê sem ser cabresteado pelo Merísio”, afirma presidente do partido

1 de junho de 2016 10:30
Eleições 2016 , Política Compartilhar no Whatsapp
“Objetivo do PMDB é fazer grande projeto para Xanxerê sem ser cabresteado pelo Merísio”, afirma presidente do partido Carlos Colatto, presidente do PMDB (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

Após a exoneração do PMDB da atual administração, a especulação em volta do partido, em relação a sua posição para as eleições deste ano é grande. As negociações já acontecem, e o maior partido de Xanxerê afirma que terá candidato a prefeito.

“Nós estamos tendo reunião toda a semana, não só com o PMDB mas também com outros partidos. O que já está definido é que o PMDB vai ter cabeça de chapa, quem será ele, é o que estamos discutindo, até mesmo com outros partidos. Hoje contamos com quatro nomes o meu, do Gelson Saibo, Adenilso Biasus e Jorge Antoniolli e baseado no projeto que estamos desenvolvendo para Xanxerê iremos escolher a pessoa que mais se enquadra ao projeto e às possíveis coligações”, destaca.

Rumores nos bastidores da política xanxerense comenta ainda da possibilidade de uma coligação do PMDB com a atual administração, caso o PSD tivesse Avelino Menegolla como candidato. “Não tem isso no PMDB. Eu entendo da seguinte maneira, como o PMDB vai voltar atrás depois ter sido expulso da atual administração da qual o Menegolla faz parte? Eu não vejo nenhuma possibilidade, nenhuma condição dessa parceria”, destaca Colatto.

Colatto salienta ainda das conversações com o PSDB. “ O PSDB é um partido que é simpático ao PMDB, tem uma ideologia muito próxima, mas acima de tudo, para o PMDB o objetivo é fazer grande projeto para Xanxerê sem ser cabresteado pelo Merísio”, diz.

Em relação aos candidatos a vereadores, Carlos salienta que hoje o partido já conta com um número expressivo de pré-candidatos que deverão ser revistos. “Teremos dificuldade porque o número de candidatos do PMDB é expressivo e passa o número da legislação, ou seja, a legislação prevê hoje que o partido pode lançar 150% de candidatos a vereadores para a próxima legislatura e nós já temos esse número somente dentro do PMDB então se houver coligações para a Câmara de Vereadores vamos ter que rever  nossos candidatos e conversar com eles para que alguns abram mão da candidatura, caso nós tenhamos a candidatura proporcional somente ao PMDB já contamos com um grupo fechado de 15 pré-candidatos e vaga para 13”, destaca.

Por fim Colatto diz que o partido já possui um projeto para o município que deverá ter como foco a área industrial e a participação da comunidade. “Estamos atentos a todos os andamentos do processo eleitoral e acredito que teremos um grande projeto para Xanxerê que deverá abranger todas as áreas, mas principalmente a área industrial para que tenhamos emprego e renda. Evidentemente que teremos projetos em todas as áreas em parceria com entidades, clube de serviços e pessoas jurídica e física esse é o grande projeto que deverá envolver toda a comunidade, para que toda a sociedade possa participar da administração”, finaliza.

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais