Obras de construção do laboratório sobre incêndios devem iniciar no próximo mês

25 de julho de 2018 09:35
Bombeiros , Obras , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Obras de construção do laboratório sobre incêndios devem iniciar no próximo mês (Foto: Divulgação)

Desde o mês de abril, o comandante do 14º Batalhão do Corpo de Bombeiros Militar de Xanxerê, tenente coronel Walter Parizotto buscava recursos para a construção de um laboratório de pesquisas de incêndios florestais em Xanxerê. Os recursos foram garantidos pelo secretário de estado de Desenvolvimento Econômico Sustentável Adenilso Biasus no mês de maio e a licitação aconteceu no dia 12 de julho.

Após a licitação, houveram duas empresas vencedoras, sendo uma de Faxinal dos Guedes e outra de Fraiburgo, que ficarão responsáveis pela construção do laboratório e seus equipamentos. Os contratos devem ser assinados na próxima semana e, conforme Parizotto, a expectativa é que a obra inicie imediatamente após a assinatura, o que deve acontecer no início do próximo mês. Depois de iniciada, a obra deve ficar pronta até o mês de novembro.

O laboratório será construído em anexo ao Centro de Referência em Desastres Urbanos (CRDU) e tem como objetivo estudar o comportamento do fogo em meio a um incêndio florestal. O projeto pioneiro na América Latina permite, além de salvar vidas, capacitar profissionais e evitar prejuízos para Santa Catarina. A ideia foi trazida de Portugal por três oficiais do Corpo de Bombeiros do Estado.

“O Estado de Santa Catarina é extremamente afetado por incêndios florestais e nós há muito viemos tentando aprimorar isso, melhorar a instrução. Temos dificuldades porque as aulas em formação de incêndios florestais dependem muito do tempo. Com o laboratório, se o tempo estiver ruim para as aulas práticas externas, poderemos fazer em um local fechado, sem interferência de chuva, por exemplo”, destaca Parizotto.

O laboratório irá integrar estudos e equipamentos que simulam a velocidade e expansão do incêndio conforme as condições do vento, clima e relevo. A expectativa é que o laboratório fique pronto dentro do prazo para que cursos já possam ser incluídos no calendário de 2019.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais