Operação de fiscalização de produtos perigosos é feita em Bom Jesus

11 de novembro de 2016 07:55
Comunidade , Polícia Compartilhar no Whatsapp
Operação de fiscalização de produtos perigosos é feita em Bom Jesus (Foto:Governo do Estado de SC)

Os estados do Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, Mato Grosso do Sul e São Paulo promoveram nesta quinta-feira (10), de forma simultânea, uma operação de abordagem e fiscalização dos veículos que transportam produtos perigosos. Em Santa Catarina, um dos pontos em que ocorre a fiscalização é no Posto de Polícia Militar Rodoviária Estadual de Bom Jesus.

A ação foi proposta pela Comissão de Defesa Civil do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul). A operação foi nominada Diamante de Hommel, que é a metodologia utilizada para classificar os produtos perigosos. Foi a primeira vez que uma operação deste porte é desencadeada simultaneamente entre os cinco estados. Ao todo, foram instalados 23 postos principais de fiscalização e 80 pontos secundários entre os estados.

A Polícia Rodoviária Estadual fiscaliza o transporte de produtos perigosos em toda sua circunscrição de atendimento, verificando os veículos transportadores desses produtos, que podem ser explosivos, gases, líquidos inflamáveis, sólidos inflamáveis, oxidantes, peróxidos orgânicos, tóxicos, infectantes, radioativos, corrosivos e substâncias que afetam o meio ambiente.

Os objetivos da fiscalização são a preservação da vida e a proteção contra danos ao meio ambiente. Caso alguma irregularidade seja flagrada, há a lavratura de autuação. Havendo interesse em recorrer, devem ser seguidas as orientações de prazos e procedimentos para apresentação de defesa da autuação, e interposição de recurso contra notificações da autuação e penalidades por infrações ao Regulamento para Transporte Rodoviário de Produtos Perigosos.

Codesul

A operação foi idealizada pela Comissão de Defesa Civil do Conselho de Desenvolvimento e Integração Sul (Codesul) e reuniu as Coordenadorias Estaduais de Proteção e Defesa Civil, Polícia Rodoviária Federal e Estaduais, Corpo de Bombeiros, Agência Nacional de Transporte Terrestre (ANTT), Vigilâncias Sanitárias, concessionárias e órgãos ambientais dos cinco estados. Fonte: PMRv


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais