Pacientes reclamam da demora no atendimento do Hospital Regional São Paulo de Xanxerê

29 de abril de 2019 15:14 | Visualizações: 2215
Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Pacientes reclamam da demora no atendimento do Hospital Regional São Paulo de Xanxerê (Foto: Alessandra Bagattini/Lance Notícias)

Nas últimas semanas, o Lance Notícias recebeu várias reclamações referente a demora no atendimento do Hospital Regional São Paulo (HRSP), de Xanxerê. De acordo com os xanxerenses, os casos acontecem com frequência e a situação gera desconforto.

– Estamos esperando desde às 10h aqui no hospital e os médicos não atendem, só fazem a triagem e não chamam para a consulta. Isso é um descaço, meu Deus, estamos aqui há mais de cinco horas e nada – comenta Anair Marki.

Neuci Aparecida Golin também reclama da situação.

– Estou desde manhã com a minha neta e não chamam. Passam várias pessoas na nossa frente e nós não somos atendidos – diz.

São casos específicos e, por conta disso, o Lance Notícias buscou contato com a unidade hospitalar que explicou a situação de uma forma geral. Confira:

 

O Serviço de Emergência do Hospital Regional São Paulo realiza atendimentos para adultos e crianças, 24 horas por dia, sete dias por semana, dando prioridade para casos de alto risco. Além disso, a Emergência do HRSP é a porta de entrada para casos emergências da especialidade de cardiologia, para a qual somos referência.

Isso significa que pacientes cardiológicos de 111 municípios, que precisam de atendimento imediato para problemas cardiovasculares, chegam com frequência à Emergência do nosso hospital, transportados por serviços como Saer e Samu e são atendidos com prioridade, pois precisam dessa agilidade.

Dentro da emergência, o paciente é classificado conforme sua gravidade clínica e tem acesso à avaliação médica, exames e internação sempre que necessário. O objetivo principal do Acolhimento com Classificação de Risco é realizar a identificação dos pacientes que precisam ser tratados com prioridade e aqueles que têm condições de aguardar por atendimento com segurança. Classificação de Risco é recomendada pelo Ministério da Saúde e aplicada nos serviços de Urgência em todo o Brasil.

É importante lembrar que os hospitais como o HRSP estão preparados para atender os casos mais complicados, que um posto de saúde ou uma Unidade de Pronto-atendimento não tem condições de resolver. Assim, se você procurar a Emergência por causa de situações sem gravidade, dificilmente conseguirá ser atendido de maneira ágil, porque haverá sempre dezenas de pessoas com problemas mais sérios, que realmente precisam da estrutura de um hospital e têm, portanto, prioridade.

Nossa classificação é baseada por cores. Após o acolhimento da enfermagem, o paciente recebe a identificação, por meio de um adesivo com a cor em que ele foi classificado: vermelho, amarelo, verde ou azul.  As cores vermelho e amarelo representam os quadros clínicos que exigem mais atenção, as demais significam que o paciente pode aguardar pelo atendimento.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais