Paróquia de Xanxerê busca voluntários em intérpretes de libras

10 de julho de 2017 11:24
Comunidade , Religião , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Paróquia de Xanxerê busca voluntários em intérpretes de libras (Foto: Divulgação)

Mediante a um grande desafio vivenciado todos os dias, a Igreja Matriz de Xanxerê busca voluntários, para realizar missas com o apoio de intérpretes de libras e realizar a inserção de pessoas com problemas auditivos na vida da igreja.

O Pároco Claudir Motti, explica que hoje já existe em processo a formação da Pastoral dos Surdos, que tem o intuito de auxiliar as pessoas com limitações.

“Já estabelecemos um diálogo para fazer essa inserção, mas precisamos de voluntários para nos ajudar a realizar esse projeto”.

A igreja já conta com a colaboração de duas intérpretes voluntárias, que ajudam na produção dos vídeos para as mídias sociais. Mas o objetivo da Paróquia é conseguir ao menos fazer a tradução de uma missa mensalmente.

“Para que esse sonho seja concretizado precisamos de pessoas que saibam a língua dos sinais e estejam dispostas a nos ajudar. É um desejo possível de ser concretizado, o que está faltando é o apoio da comunidade”.

Para que esse projeto tenha início, são necessárias mais duas pessoas dispostas a serem voluntárias e que possam participar das  missas pelo menos uma vez  ao mês.

“Com mais duas pessoas nós auxiliando o projeto pode ter início, marcaríamos as missas sempre antes, para podermos comunicar a população e termos tempo para nos prepararmos. Basta alguém dizer que pode vir fazer a tradução voluntariamente, então iriamos fazer acontecer”, diz o Claudir.

Hoje a igreja já se encaixa em algumas normas de acessibilidade, contendo dois lugares reservados com a simbologia para os cadeirantes. A inserção das pessoas com problemas auditivos é apenas o segundo passo para adquirir um número maior de fiéis.

“Nosso pensar é ter um lugar reservado mais à frente para que seja de fácil visualização dos sinais e que os tradutores consigam se comunicar facilmente com esse grupo de pessoas”, finaliza Claudir.


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais