Pastora desaparecida não é localizada: “é uma situação bastante delicada”, diz bombeiro

21 de dezembro de 2016 08:41
Bombeiros , Comunidade , Polícia Compartilhar no Whatsapp
Pastora desaparecida não é localizada: “é uma situação bastante delicada”, diz bombeiro Foto: Corpo de Bombeiros

 

Na tarde desta terça-feira (21) dois bombeiros e dois cães de Xanxerê deslocaram até Pinhalzinho para realizar buscas a uma mulher que está desaparecida após ter sido sequestrada, juntamente com seu marido. As buscas seguiram até a noite, mas ela não foi localizada.

“Realizamos as buscas próximo de onde o veículo foi abandonado, nas margens do rio e nas margens da BR-282, mas infelizmente ela não foi encontrada. É uma situação bastante delicada por que não temos informações a mais que possam nos auxiliar a realizar as buscas no lugar correto. Agora aguardamos um posicionamento das autoridades policiais para saber se voltaremos ou não para Pinhalzinho”, comenta Borba, um dos bombeiros destinados a Pinhalzinho.

Sobre o sequestro

A ação dos bandidos aconteceu por volta das 23h30 desta segunda-feira, 19, em Pinhalzinho. Segundo a Polícia Militar, o casal de pastores da Igreja Assembleia de Deus foi rendido por homens armados quando chegavam em casa. Os autores entraram na residência, renderam as vítimas e as colocaram em dois carros, um da própria igreja e um Corolla.

Nas proximidades do trevo de Modelo, a mulher foi colocada em outro automóvel e, então, não foi mais vista. Já o pastor foi liberado em meio ao matagal na linha Navegantes. Os bandidos ordenaram que ele ficasse em meio a mata e que não saísse dali antes de uma hora, sob ameaça de que, se fizesse algo antes do combinado, sofreria consequências.

De acordo com a polícia, um dos veículos já foi encontrado, porém a mulher até o momento não foi localizada. A polícia faz buscas para encontrar a vítima e os suspeitos do crime, conforme reportagem da Rede Peperi.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais