Pedido para aquisição de novo veículo para o Corpo de Bombeiros de Xanxerê é protocolado  

25 de novembro de 2016 07:23 | Bombeiros , Comunidade , Economia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Pedido para aquisição de novo veículo para o Corpo de Bombeiros de Xanxerê é protocolado   (Foto: CBMSC)

Nesta quinta-feira (24) o presidente do legislativo xanxerense, Wilson Martins dos Santos, esteve reunido com o senador catarinense Dalírio Beber. A pauta da conversa foi a destinação de emenda parlamentar para aquisição de um novo veículo para o Corpo de Bombeiros de Xanxerê.

Tendo a maior área territorial e o maior número de municípios para atender em Santa Catarina, o Batalhão do Corpo de Bombeiros de Xanxerê vem procurando se estruturar para garantir maior agilidade no atendimento as ocorrências da região. Acontece que no batalhão em Xanxerê fica a única mini retroescavadeira da corporação que atende toda a região oeste, mas não possui um veículo adequado para o transporte da mesma. Desta forma, o Corpo de Bombeiros está pleiteando um veículo com plataforma de transporte de veículos, sistema Roll On Roll Off para o transporte da mesma, bem como de outros equipamentos de resgate e de um tanque para combate a incêndios, necessários nas operações que são acionados.

O Senador garantiu empenho para garantir os recursos para a aquisição deste veículo. “Os pedidos já estão protocolados juntos aos nossos parlamentares, a partir da abertura das atividades legislativas, em fevereiro de 2017, os deputados e senadores estarão destinando os recursos para as emendas escolhidas. Recebemos a garantia dos parlamentares, que nossos pedidos terão prioridades”, disse o vereador Wilson Martins.

O recém-criado Batalhão do Corpo de Bombeiros de Xanxerê, tem 27 municípios em sua jurisdição e conta com equipamentos exclusivos no grande oeste catarinense, e a mini retroescavadeira é um destes equipamentos. Por isso a necessidade deste veículo para que possa facilitar o transporte da mesma para toda a região, afim de auxiliar nos trabalhos que são requisitados.

 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais