PF vai investigar denúncia de tráfico de drogas em aldeias indígenas do Oeste

3 de novembro de 2017 10:10
Comunidade , Lance Notícias , região Compartilhar no Whatsapp
PF vai investigar denúncia de tráfico de drogas em aldeias indígenas do Oeste Foto: Divulgação

A Polícia Federal abriu um procedimento para investigar denúcias de tráfico de drogas em aldeias indígenas do Oeste Catarinense. A medida foi tomada pelo delegado Fabrício Argenta nesta terça-feira (31), após conhecimento do problema apontado por lideranças indígenas, realizada na segunda-feira, na Funai, em Chapecó.

No entanto o delegado ressaltou que o problema não é só de polícia. Caciques denunciaram que as aldeias estão virando rota de passagem de drogas por terem área que não é monitorada pelas polícias civil e militar, por ser área da União. Além disso houve um aumento no tráfico para dentro das aldeias.

Outro problema apontado foi a venda de bebidas para menores de idade. Há relatos de alunos indo para a escola com bebida nas mochilas e até com armas brancas. A chefe dos Direitos Sociais e Cidadania da Funai, Kelen de Oliveira da Fonseca, disse que a situação está ficando insustentável, com crianças de cinco anos cheirando gasolina.

Por isso a Funai convocou a reunião com representantes indígenas, Ministério Público, gerências de educação, conselhos tutelares e Centros de Referência em Assistência Social para tomarem algumas medidas.

A gerente de educação da Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê, que abrange as aldeias Xapecó, em Ipuaçu, e Imbu, em Abelardo Luz, disse que não basta a ação da escola e sim um trabalho em conjunto dos órgãos, orientando também as famílias.

Fonte: Diário Catarinense 


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais