Polícia Civil deflagra operação e prende homem por tentativa de homicídio além de armas e munições

23 de agosto de 2018 11:02
Assessoria de imprensa , Polícia , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Polícia Civil deflagra operação e prende homem por tentativa de homicídio além de armas e munições (Fotos: Polícia Civil)

A Polícia Civil, por meio da Delegacia de Polícia Civil da Comarca de Fronteira de Xaxim (DPCO-FRON/Xaxim), deu cumprimento na manhã desta quinta-feira (23) a seis mandados de busca e apreensão e um mandado de prisão preventiva. A operação foi deflagrada nos Bairros Guarani e Chagas e contou com a participação de 30 Policias Civis das comarcas de Xaxim, Xanxerê, Abelardo Luz e Ponte Serrada, e também do Saer.

Os mandados são referentes a uma tentativa de homicídio que ocorreu no dia oito de junho, durante uma festa junina, em uma escola no centro de Xaxim. No local, foram efetuados dois disparos de arma de fogo, que atingiram um homem de 23 anos.

Durante a operação, a Polícia Civil apreendeu armas e munições, uma vez que após o ocorrido iniciou uma retaliação entre as famílias dos envolvidos, aonde ocorriam ameaças e disparos de arma de fogo, no bairro onde residem.

As investigações foram coordenadas pelo Delegado de Polícia Gustavo Oliveira. Durante a operação a Polícia Civil logrou êxito em localizar duas armas, sendo que uma estava com um homem S.A.P., de 34 anos, o qual foi preso em flagrante e outra de posse de um menor de 16 anos. Este foi apreendido e foi compromissado a se apresentar ao Poder Judiciário junto com o seu responsável.

Em uma outra residência, onde foi cumprido mandado de busca e apreensão, a Polícia Civil localizou drogas. Na casa do autor dos disparos, V.V., de 19 anos, a Polícia Civil localizou cápsulas deflagradas de calibre 38 e também de espingardas, das quais três estavam intactas, além de drogas. Tudo vai ser incluído no inquérito já instaurado, que deverá ser concluído em até 10 dias.

Após os procedimentos realizados na Delegacia de Polícia, S.A.P., efetuou o pagamento da fiança, arbitrada em cinco salários mínimos e vai responder em liberdade. Já V.V., foi encaminhado ao Presídio Regional de Xanxerê, onde permanece à disposição da Justiça.

Colabore com a Polícia Civil, Disque-Denúncia pelo WhatsApp (49) 9 9961.1570, sigilo absoluto.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais