Policial do canil da PM de Xanxerê ministra seminário e aplica prova de certificação no Paraná

3 de dezembro de 2018 15:28 | Polícia , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Policial do canil da PM de Xanxerê ministra seminário e aplica prova de certificação no Paraná (Foto: Arquivo Pessoal/Divulgação)

No último fim de semana, o adestrador e policial cabo Edemar Luiz da Silva, responsável pelo canil setorial da 4ª Companhia de Polícia Militar de Xanxerê, participou como seminarista e avaliador no I Seminário Cinotécnico de Detecção Busca e Captura do 25º Batalhão de Polícia Militar de Umuarama.

O evento reuniu policiais cinotécnicos de todo o estado, que participaram do seminário e tiveram a oportunidade de certificar seus cães em provas de detecção, busca de pessoas e trilha do cão funcional. Edemar é o coordenador e representante do cão funcional no estado de Santa Catarina, pertencente ao Conselho Brasileiro do Cão Funcional (CBCF).

– Houve quatro dias de Seminário e no último dia apliquei as provas de certificação em detecção, busca de pessoas e trilha do cão funcional. Essa foi a primeira vez que apliquei as provas como representante da CBCF em Santa Catarina e os cães foram muito bem – comenta.

Além disso, o cão Thor também viajou com Edemar, para demonstrar suas habilidades e também treinar em um local diferente do habitual.

– O Thor viajou também, foi utilizado para fazer uma demonstração, mostrar o método de treino utilizado no canil setorial de Xanxerê e aproveitamos para treinar ele também, como temos dificuldade aqui devido a efetivo, sempre que temos essa oportunidade levamos o cão para ele conhecer um ambiente diferente, pessoas diferentes, clima diferente, para ele ser testado em um lugar assim, que é um treinamento também – destaca.

De acordo com Edemar, essa foi mais uma prova de que o trabalho desenvolvido no canil da PM em Xanxerê está dando certo e que foi uma troca de experiências.

– Além do trabalho desenvolvido aqui estar dando certo, pudemos também ajudar esses outros canis setoriais. Foi bem gratificante ver a qualidade dos cães que atuam lá também. Essa foi a primeira vez que apliquei as provas de certificação como representante da CBKC em Santa Catarina – conclui.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais