Preço do feijão e tomate tende a disparar nas prateleiras dos supermercados

7 de fevereiro de 2019 08:48
Agricultura , Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Preço do feijão e tomate tende a disparar nas prateleiras dos supermercados Foto: Divulgação

As condições climáticas não foram favoráveis para a plantação e colheita do feijão e do tomate. Diante disso, os reflexos devem afetar o consumidor, isso porque, o preço deve aumentar.

De acordo com Edson Marció, presidente do Sindicato do Comércio Varejista de Xanxerê e secretário do Sindicato do Comércio Varejista dos Gêneros Alimentícios do Alto Irani (Sigavai), o preço do feijão aumentou até 100%.

– O feijão teve uma queda de safra entre os principais produtores e já tem alguns estados brasileiros que aumentaram o preço do quilo do feijão. É uma alta bem expressiva. Praticamente ele dobrou o preço do qual ele estava sendo comercializado – explica.

Em relação ao tomate, o preço tende a aumentar nos próximos dias.

– O tomate ele já tinha caído bastante o preço e agora já voltou a subir. Nós temos, em algumas regiões, o ataque de uma praga causando prejuízos a alguns produtores. Em alguns lugares chegou ao ponto de jogar fora o produto. Sabemos que este sintoma não é muito produtivo, porque desta forma o preço acaba subindo, o pessoal se desestimula e acaba não plantando – conclui.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais