Prefeito Menegolla fala sobre situação do saneamento básico em Xanxerê

20 de dezembro de 2017 09:51 | Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Prefeito Menegolla fala sobre situação do saneamento básico em Xanxerê (Fotos: Patrícia Silva/Lance Notícias)

 

A situação do saneamento básico em Xanxerê rende comentários de toda a comunidade. Recentemente, foi realizado uma audiência pública para discutir as ações da Casan no município, prestadora de serviço na área de saneamento e água. Uma CPI foi instaurada para analisar o atual contrato com o município e discutir a possibilidade de um novo contrato.

O vereador que pediu a abertura da CPI, Wilson Martins dos Santos, sugeriu que o município assuma as obras e a manutenção do serviço, encerrando o contrato com a Casan, alegando que a empresa não cumpre com seu dever.

O LANCENOTICIAS.com.br entrevistou o prefeito de Xanxerê, Avelino Menegolla, que comentou que o município não tem condições de assumir este trabalho e que hoje a melhor opção seria o novo contrato com a Casan.

“Não é possível nos continuarmos com o problema de esgoto que temos na cidade, poluição no rio, cada dia é maior, odor nas bocas de lobo que é impossível de ficar perto. Isso tudo porque esse projeto, que já deveria estar pronto, ainda está capengando e ainda com gente contra. Seja a Casan ou quem for, alguém vai ter que vir e tocar esse projeto. O projeto de saneamento básico de Xanxerê terá um custo de mais de R$100 milhões, só para fazer 90% do saneamento e o município não tem essa condição, não tem mesmo. Esse investimento é para 10 anos, já passou um, isso dará mais de R$1 milhão por ano de investimento e o único que eu vejo que tem condições públicas e privadas de fazer é a Casan”, diz o prefeito.

Menegolla destaca ainda que agora é o momento da Casan investir no município, já que há anos arrecada no município.

“A Casan já pegou dinheiro arrecadado aqui e investiu em Chapecó? É possível, em outros municípios, também, mas agora é a nossa vez, da Casan vir e investir aqui. Nós temos que trabalhar no início do ano para aprovar isso, era meu sonho aprovar ainda esse ano, mas ano que vem vamos aprovar e vamos melhorar essa situação da saúde cuidando do esgoto, não é mais possível nós ficar consertando esgoto todo dia. O município não tem estrutura para cuidar do saneamento básico. Se não der certo, reincide o contrato e contrata outra empresa, mas me omitir de fazer algo, não vou fazer”, finaliza o prefeito.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais