Presentes mais procurados para o Dia dos Pais é na linha do vestuário, comenta FCDL/SC

12 de agosto de 2016 14:41
Comunidade , Economia Compartilhar no Whatsapp
Presentes mais procurados para o Dia dos Pais é na linha do vestuário, comenta FCDL/SC

O comércio de rua deve ser o principal destino das compras para o dia dos pais em Santa Catarina: 71,9% dos consumidores pretendem garantir o presente no varejo tradicional, seguido pelos shoppings centers (18,5%) e internet (3,9%). Os setores de vestuário (60,1%), calçados (12,1%) e perfumes/cosméticos (11,5%) devem ser os mais procurados.

A data impulsiona a economia, com expectativa de gasto médio de R$ 150,69, superior ao ano passado (R$ 141,90), mas menor se levado em conta a inflação do período (8,84%), conforme aponta a pesquisa de intenção de compras para o dia dos pais, realizada pela Fecomércio SC e FCDL/SC.

Com a queda na confiança dos consumidores, em razão do aumento do desemprego, redução na oferta de crédito e recuo da renda familiar, consumidor será mais cauteloso. A percepção do catarinense sobre a situação financeira tem impacto nas compras: 40,7% afirmaram estar pior, 31,3% melhor e 27,9% igual, em relação ao ano passado.

“O comércio deve aproveitar o inverno para impulsionar as vendas no dia dos pais. Em tempos de consumo retraído, não é apenas o preço que é levado em conta: atendimento e a experiência de compras podem fidelizar o cliente em longo prazo e até garantir um tíquete médio maior”, aponta o presidente da Fecomércio SC, Bruno Breithaupt. Na avaliação de Ivan Tauffer, presidente da FCDL/SC, “o mercado já apresenta sinais de reação – ainda que tímidos – e a nossa Federação investiu em uma ampla campanha de marketing, disponível às CDLs, para atrair os consumidores e iniciar a retomada das vendas em padrões de anos anteriores”.

 

Comportamento do consumidor

A maioria dos catarinenses (67,8%) pretende pagar em dinheiro. O cartão de crédito aparece como segunda opção: parcelamento (11,5%) e à vista (9,5%). A preocupação com o preço é central para os consumidores (30%), seguido pelo atendimento (27%) e pela promoção (25%). Para garantir o melhor custo/benefício, 70,8% dos filhos devem fazer pesquisa de preço antes de efetuar a compra.

Quase a metade das pessoas (49,4%) deve almoçar/jantar na casa de parentes, 33,2% não programaram nada especial e 12,1% pretendem comemorar em restaurante.

A pesquisa de intenção de compras foi realizada pela Fecomércio SC e FCDL nas cidades de Blumenau, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Joinville, Lages e Itajaí para conhecer o perfil do consumidor e a intenção de compras para o período.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais