Presidente da Câmara abre negociações com Fiesc por área para o IFSC

12 de maio de 2016 07:51
Comunidade , Política Compartilhar no Whatsapp
Presidente da Câmara abre negociações com Fiesc por área para o IFSC Segue negociação sobre ampliação do IFSC em Xanxerê (Foto: Divulgação)

Na tarde desta quarta-feira (11) o presidente do legislativo xanxerense, Wilson Martins dos Santos, foi recebido pelo presidente do Sistema FIESC, Glauco José Côrte, e pelo Diretor Regional do SENAI/SC, Jefferson de Oliveira Gomes. O vereador levou na pasta o pedido de uma permuta de área de terra, pertencente ao Senai em Xanxerê, para a ampliação do IFSC – Campus de Xanxerê.

O presidente da FIESC e o Diretor do Senai, apresentou uma contraproposta para que o IFSC-Xanxerê fique com toda o imóvel que pertence ao sistema em Xanxerê. Segundo o presidente Glauco Côrte, a interesse da FIESC concentrar tudo junto ao imóvel que será construído para o Sesi no Bairro Castelo Branco, “caso ocorra o interesse do IFSC e o negócio se concretize, iremos construir um edifício maior afim de abrigar também o Senai de Xanxerê. Estamos abertos a conversa e se houver interesse e meios certamente vamos negociar o local para que o Instituto possa abrigar seus cursos”, declarou Glauco Côrte.

O presidente da FIESC sugeriu uma reunião entre as partes envolvidas e elogiou a iniciativa da Câmara de Vereadores em lutar por educação no município, “sabemos dos investimentos que estão sendo feitos na educação e no polo que o município está se tornando. Parabenizamos o legislativo xanxerense pela preocupação com esta importante área. Só com uma boa educação é que conquistamos desenvolvimento”, finalizou Côrte.

Wilson Martins dos Santos vai levar a proposta ao IFSC-Xanxerê para que seja analisada, “temos o compromisso com o IFSC em buscar uma forma que viabilize a ampliação do Campus de Xanxerê. Viemos a Florianópolis com uma proposta e estamos voltando com uma contraproposta que pode possibilitar com que o IFSC-Xanxerê fique com todo o imóvel do Senai, localizado no Bairro Veneza. Vamos buscar uma alternativa para que o Instituto fique com o local, se preciso, vamos ao Ministério da Educação para possibilitar essa aquisição por parte do IFSC”, declarou o vereador.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais