Procon orienta consumidores sobre Black Friday

6 de novembro de 2019 13:10 | Visualizações: 991
Comunidade Compartilhar no Whatsapp
Procon orienta consumidores sobre Black Friday

Tradicional nos Estados Unidos, a Black Friday vem se tornando tradicional no últimos anos no Brasil, com promoções nos mais diversos ramos do comércio e prestação de serviços. O Procon de Xanxerê está orientando os consumidores para que possam evitar problemas nas compras durante a Black Friday, que acontece no dia 29 de novembro.

De acordo com o Coordenador do Procon, Winicius Pertile, a maior parte das compras são formalizadas pela internet, meio por onde se consegue ter um maior número de produtos a disposição para consulta e consequente compra. Mas, segundo ele, também é por onde ocorrem os maiores números de fraudes.

Para evitar problemas na compra, bem como propagandas enganosas, o coordenador deixa algumas dicas para quem pretende realizar compras na Black Friday. Em caso de dúvidas ou reclamações, o consumidor poderá fazer sua reclamação on-line, através da plataforma www.consumidor.gov.br. O consumidor também poderá também procurar o Procon de sua cidade.

DICAS

  1. a) Fazer monitoramento com registro de preço, seja em loja física ou site, para acompanhar a variação de preço nos dias anteriores a data da Black Friday, identificando que o valor na data da promoção é maior que dos dias anteriores, comunique o Procon;
  2. b) Avaliar se é necessário o produto e possui condições que arcar com o valor, evitando assim endividamento em razão de compra por impulso;
  3. c) Verificar em compras on-line, se os sites são seguros, e não estão incluídos em listas de sites não recomendados, a exemplo da disponibilizada pela fundação Procon de São Paulo (https://sistemas.procon.sp.gov.br/evitesite/list/evitesites.php)
  4. d) Geralmente a localização dos sites procurados para compras são buscados via Google, nesse caso vale destacar que pode ocorrer a identificação nos primeiros resultados de sites falsos, geralmente com identidade visual idêntica a do site oficial da loja. Recomenda-se a inserção do site deseja diretamente na barra do navegador, Não clique em links estranhos que você receber por e-mail, por exemplo, ou enviados por terceiros e de redes sociais;
  5. e) Sempre observar a segurança do site, assim que entrar no site, se há o símbolo de um cadeado no canto esquerdo do navegador, demonstrando a princípio que a página é segura para fornecer dados pessoais e bancários (basta clicar no cadeado para verificar a certificação), bem como sempre verifique se no início do endereço eletrônico há o protocolo “https”, relativo a segurança e privacidade dos dados inseridos no site;
  6. f) Reputação do site: Antes de realizar alguma compra, verifique a reputação do site e procure comentários e avaliações sobre o mesmo, especialmente em sites de reclamações.
  7. g) Meios de contato disponível: Fique atento às formas de atendimento do site e observe se estão disponíveis informações como o número do CNPJ, endereço, telefone e e-mail para contato com o consumidor, sendo apenas um único meio de contato e não havendo informações da pessoa jurídica, são fortes indícios de difícil resolução de reclamação em caso de problema de entrega ou do produto.
  8. h) Registros: Quando efetuar alguma compra, não se esqueça de guardar todos os registros, como e-mails de confirmação, códigos de localização e de realização da compra, que serão necessários caso ocorra algum problema com o seu pedido.
  9. i) Valor do produto: Sendo o valor do produto muito abaixo da média praticada, recomenda-se a desconfiança, não havendo loja que faça milagres em relação a preço, havendo grande possibilidade de incômodos em caso de compra.

 

 

 

 


Por: Patrícia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais