Procura pela vacina contra gripe está abaixo do esperado em Xanxerê

15 de maio de 2017 13:43
Comunidade , Saúde , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Procura pela vacina contra gripe está abaixo do esperado em Xanxerê (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

 

A Campanha de Vacinação contra gripe deverá encerrar no próximo dia 26 de maio e a procura está abaixo do ideal. O último sábado foi Dia D de Vacinação e contou com uma boa procura por parte da comunidade, mas Xanxerê ainda precisa imunizar mais de três mil pessoas do público alvo.

A meta de vacinação é de 90%, o que significa 9 mil e 17 xanxerenses, mas até o momento foram vacinadas 5.729, faltando ainda 3.288 pessoas do público alvo, falando em porcentagens, foram vacinadas 63% apenas.

A coordenadora da Vigilância em Saúde, Caroline Cenzi, comenta os grupos que mais tem procurado a vacinação e os que precisam ficar mais atentos. “Os idosos são os que mais procuram a vacinação, já os grupos que temos menos registros são as crianças, gestantes e puérperas. A campanha segue até o dia 26 de maio”, explica.

A campanha de vacinação contra a influenza tem como objetivo reduzir as complicações, as internações e a mortalidade decorrentes das infecções pelo vírus da influenza, na população alvo para a vacinação, que é composta pelos seguintes grupos: crianças de seis meses até menores de cinco ano, gestantes, puérperas (até 45 dias após o parto), idosos (acima de 60 anos de idade), trabalhadores de saúde, professores da rede pública e privada, indígenas, população privada de liberdade e funcionários do sistema prisional, além dos portadores de doenças crônicas não transmissíveis ou condições clínicas especiais. A vacina é oferecida gratuitamente na rede pública de saúde para as pessoas pertencentes aos grupos prioritários, e a relação completa das salas de vacina do estado está disponível em www.gripe.sc.gov.br.

As pessoas que pertencem a um destes grupos, para receberem a vacina, devem comparecer ao posto de vacinação preferencialmente portando sua carteirinha de vacinação. Os portadores de doenças crônicas não transmissíveis devem apresentar prescrição médica com indicação da vacina contra influenza ou, caso sejam cadastrados em programas de controle das doenças crônicas do SUS, podem se dirigir aos postos em que estão registrados para receber a vacina sem a necessidade da prescrição. Já os professores têm de apresentar comprovante de vínculo com uma instituição de ensino e os trabalhadores de saúde precisam apresentar carteira de identificação profissional.

 

Prevenção

Para prevenirem-se contra o vírus da gripe, as pessoas devem lavar as mãos frequentemente ou fazer uso do álcool gel, e evitar tocar o rosto com as mãos. “Isso porque o vírus influenza é transmitido a partir das secreções respiratórias, podendo também sobreviver algumas horas em diversas superfícies, de madeira, aço e tecidos. A partir do contato com um doente ou com uma superfície contaminada, o vírus pode penetrar pelas vias respiratórias, causando lesões pulmonares, que podem ser graves e até fatais, se não tratadas a tempo”, explica Vanessa Vieira da Silva, em entrevista ao DIVE/SC. Segundo ela, outra medida importante para reduzir a circulação do vírus da gripe é manter os ambientes ventilados e evitar permanecer em locais onde haja aglomeração de pessoas.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais