Procura por panetones já é significativa nos supermercados de Xanxerê

14 de dezembro de 2017 14:26
Comunidade , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Procura por panetones já é significativa nos supermercados de Xanxerê Fotos: Patrícia Silva/Lance Notícias

Os panetones são indispensáveis na mesa das famílias nas comemorações natalinas. Os sabores são variados e vão desde de frutas cristalizadas e até mesmo os trufados. São diversas opções para agradar o consumidor.

Faltando 10 dias para o Natal a procura por panetones já é grande nos supermercados. Rafael Marció, comenta que a linha de produtos natalinos teve um aumento significativo nas vendas, em relação ao ano passado.

“Neste ano, a linha de produtos natalinos está vendendo significativamente mais do que no ano anterior. Os panetones por exemplo, estamos com o estoque acabando. Se alguém deixar para garantir o seu nos últimos dias, corre o risco de não encontrar o sabor que deseja. Outro produto que também teve aumento nas vendas é o chester”, diz.

Os alimentos que fazem parte da tradição desta época do ano, estão sendo comercializado com valor para todos os bolsos.

História do panetone

De tão tradicional no Brasil, o panetone parece ter sido inventado aqui mesmo. Mas não foi. O pão amplamente consumido no Natal foi criado em Milão, na Itália, graças ao “erro” de um padeiro. A lenda em torno de sua criação remonta ao ano de 900 e diz que o humilde assistente de padeiro Toni, após ter trabalhado horas a fio na véspera de Natal, precisava ainda assar mais uma fornada de pães e preparar uma torta para seu chefe. De tão exausto que estava, confundiu-se e colocou as uvas passas da torta na massa de pão.

Desesperado, tentou salvar a situação jogando frutas cristalizadas, manteiga, ovos e os demais ingredientes do recheio que seriam usados originalmente na torta. Toni assou a mistura e entregou para o patrão. O que o assistente não esperava era que sua criação fizesse sucesso durante a ceia de Natal de seu chefe, que, além de elogiá-lo, decidiu homenageá-lo e dar o nome à massa de “pane di Toni” (“Pão do Toni”, na tradução do italiano). Com o passar do tempo, o bolo começou a ser chamado de panetone.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais