Profissional explica como o estresse interfere no ganho de peso

29 de junho de 2018 09:07
Lance Notícias , Variedades , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Profissional explica como o estresse interfere no ganho de peso Profissional explica como o estresse interfere no ganho de peso. (Foto: Divulgação)

O acúmulo de estresse do dia a dia pode ser um dos fatores que contribuem para o ganho de peso. O estresse crônico interrompe o sono e interfere no nível de açúcar no sangue, isso aumenta a sensação de fome e a de conforto ao comer.

Ellen Sawazaki, nutricionista em Xanxerê, explica que os fatores do estresse estão associados a ansiedade, o que pode levar muitas pessoas a comerem muito e não perceberem. Com o tempo, esse quadro pode resultar em gordura no corpo.

“Alguns alimentos favorecem isso, por exemplo, o excesso de açúcares deixa o nosso cérebro mais hiperativo, ou seja mais ansioso, mais um nervoso. A cafeína em excesso, chocolate, coca cola também contribuem para isso. Os alimentos que ajudam a tranquilizar, são aqueles compostos triofan, que tem na banana, aveia, alface, que ajudam na produção dos hormônios de bem estar, então comendo frequentemente esses alimentos, eles vão auxiliar na tranquilidade”.

Ainda de acordo com a nutricionista, o ideal é que a pessoa se alimente com tranquilidade, pois quanto maior o nível de estresse, maior a possibilidade de engordar.

“As pessoas precisam extravasar, porque as compulsões alimentares surgem de um vazio que a pessoa tem. Quando a pessoa come muito ela tem uma sensação de bem estar, porque a comida dá essa sensação, mas logo dá uma de culpa e sempre fica nesse ciclo. Então ideal é que a pessoa consiga procurar extravasar de outra forma e fugir da geladeira. Na hora de comer é necessário estar calma, tranquila, porque se você sai estressada do trabalho, pensando em mil coisas, chega em casa com o nível de estresse tão elevado que você vai consumir mais gorduras e carboidratos e isso é uma consequência, pois quanto mais estressado, mais você come e consequentemente engorda”.

O indicado é que as pessoas que apresentam essas características procurem auxílio de um profissional adequado.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais