Programa Pão e Leite será mantido, mas merenda escolar poderá passar por reforma no cardápio

27 de outubro de 2016 09:18
Comunidade , Política , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Programa Pão e Leite será mantido, mas merenda escolar poderá passar por reforma no cardápio (Foto: Divulgação)

 

A sessão da Câmara de Vereadores da noite desta quarta-feira (27) foi agitada e votou o crédito adicional ao orçamento da prefeitura, que visava paralisar momentaneamente o programa Pão e Leite para garantir a merenda escolar. O projeto foi rejeitado no legislativo.

Com essa decisão, o programa Pão e leite será mantido, já a merenda escolar precisará passar por adequações.

“Durante a campanha muitas coisas são escondidas e agora querer jogar a responsabilidade em cima da Câmara de Vereadores. A prefeitura gasta 33% do seu orçamento anual com educação e agora vem falar que os alunos só terão merenda escolar se cortarmos o Pão e Leite? Se votarmos a favor desse projeto nós vamos deixar 3900 crianças sem o acesso ao pão e leite e talvez esse seja o único alimento que eles têm em casa para poder se alimentar, até o final do ano e com isso vamos garantir que 30, 40 ‘cupinchas’ permaneçam na prefeitura só por que ajudaram na campanha de reeleição da atual administração. Por isso que eu voto contra”, destacou o vereador Adenilso Biasus (PMDB).

Já o vereador Ivan Marques (PSD) salientou que não se trata de um cancelamento, mas sim de um remanejamento somente neste fim de ano.

“Não se está de maneira alguma, cancelando o programa. É apenas um remanejamento orçamentário, ou seja, tira-se essa rubrica do Pão e Leite e colocasse na merenda escolar” destaca o vereador Ivan Marques (PSD).

Os vereadores Adriano De Martini, Amélio Radaeli, Adenilso Biasus, João Paulo Menegatti, Flavio Filappi e Wilson Martins dos Santos votaram contra o projeto e com isso ele não foi aceito.

 

Prefeitura deve alterar o cardápio da merenda escolar

Em contato com o prefeito Ademir Gasparini, na manhã desta quinta-feira (27) se teve a informação de que a merenda escolar deverá ter um novo cardápio para garantir o alimento.

“Deveremos sentar hoje e discutir melhor a decisão a ser tomada, mas a princípio, deveremos mexer no cardápio para garantir a merenda escolar”, diz.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais