Projeto Maio Amarelo busca conscientizar motoristas e pede paciência no trânsito

16 de maio de 2016 11:06
Comunidade , Trânsito Compartilhar no Whatsapp
Projeto Maio Amarelo busca conscientizar motoristas e pede paciência no trânsito (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

Ainda em março, a Acix em parceria com a Policia Militar, Corpo de Bombeiros e o Grupo Pedal X iniciaram ações relacionadas ao maio amarelo em seis escolas de Xanxerê. O projeto visa conscientizar a comunidade sobre os direitos e deveres no trânsito, para diminuir o número de acidentes e vítimas no município.

Irene Sá Affolter, diretora de Cultura Acix comenta que o objetivo da campanha é conscientizar. “O maio Amarelo foi instituto pelo Onu em 2011 e tem essa grande preocupação com o trânsito internacionalmente. Este ano iniciamos o projeto ainda em março, fomos até as escolas e realizamos uma parceria com a PM, Bombeiros e Pedal X. Nós da Acix queremos passar essa mensagem que o trânsito não é responsabilidade da PM, prefeitura, ela é do cidadão. Nós cidadãos precisamos nos conscientizar, realizar o básico no dia a dia. Esse projeto foi criado para ajudar, em Xanxerê acontecem diversos acidentes, por falta de atenção, ações básicas. Falta calma para os motoristas, o objeto da Acix é lembrar que gentileza gera gentileza”, comenta.

 

Ciclistas no trânsito

A cada dia que passa, aumenta o número de ciclistas no município. Com isso também aumentam os acidentes envolvendo ciclistas. Vagner da Pedal X salienta que o que mais se falta é respeito entre motoristas e ciclistas.

O Pedal X está associado a Acix para conseguir conscientizar. É necessário respeito, como ciclista nós vemos que tem gente que sai de casa e não respeita, não é por que está de bicicleta que precisa ser protegido pelo motorista, cada um tem a sua parcela de responsabilidade. É necessária mais atenção, não utilizar o passeio, descer da bicicleta para atravessar na faixa de pedestre, quando virar à direita ou esquerda sinalizar com a mão. É uma soma de ações que todos devem estar preparados e realizar”, destaca

 

Faixa de pedestre: Veja e seja Visto

 

O Tenente Michels, do Corpo de Bombeiros destaca ainda a importância de ter atenção ao atravessar a faixa de pedestres. “Tem gente que acha que a faixa é um instrumento mágico. Tem gente que muitas vezes entra só olhando no cabo do olho e vai com o pensando que tem a razão por estar na faixa. Vale ressaltar que a segurança não está na faixa, mas sim na forma como é utilizada”, salienta.

Mesma orientação é passada pelo Subcomandante da PM, Leandro “no que diz respeito a faixa nós devemos observar tanto a conduta do motorista quanto do pedestre. Todo o motorista ao se aproximar da faixa deve redobrar a atenção pois pode aparecer um pedestre, assim como o veículo que vem atrás. Da mesma forma o pedestre, que não deve atravessar abruptamente. Ele precisa ter certeza que o motorista o viu. O motorista pode ser preso por se tratar de um acidente em cima da faixa de pedestre, mas quem será atropelado e sofrerá os danos será o próprio pedestre, por isso dá importância de aguardar os motoristas perceber a sua presença”, comenta.

 

Fiscalização

Xanxerê conta hoje com sistema de videomonitoramento, portanto, quando um condutor realiza uma infração e ele é filmado ele será penalizado mesmo que não tenha uma viatura da PM no local.

“Para os que reclamam sempre comentamos que se o motorista não realiza infração, não será notificado. Lembramos ainda que Xanxerê possui muitos condutores não habilitados, a pessoa não estuda, é claro que ao chegar numa rotatória ou cruzamento não vai saber de quem é a preferência e por isso os acidentes acontecem”, diz o subcomandante da PM Leandro.

Por fim, o Tenente Michels destaca que a calma e o respeito são os pontos que faltam para diminuir os acidentes no município. “Muitas vezes o acidente acontece porque a pessoa não tem educação, a pressa do dia a dia interfere nos acidentes, o que se precisa é de calma no trânsito”, finaliza.

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais