Psicóloga explica como identificar casos de depressão

15 de maio de 2017 12:03
Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Psicóloga explica como identificar casos de depressão Foto: divulgação

A depressão é uma doença emocional que afeta muitos indivíduos. As causas variam de pessoa para pessoa, assim como o tratamento também. A doença dificilmente é percebida no início, por conta disso, o grau de depressão agrava-se com o passar do tempo, se não tratada. Para esclarecer mais sobre a doença, o Lance Notícias buscou informações com a psicóloga Janete Ribeiro (CRP12/13269), que explica o que pode levar uma pessoa a entrarem em um estado depressivo.

Janete explica que o estado depressivo se diferencia de uma tristeza momentânea. A intensidade dos sintomas de uma depressão pode variar entre um sentimento de vazio e desespero, por período curto até períodos mais longos de tempo.

“Em alguns momentos o isolamento se faz necessário para algumas pessoas, mas a intensidade e a duração do isolamento e falta de ânimo é que podem caracterizar algo patológico e prejudicial para cada indivíduo”, explica Janete.

Os familiares são as pessoas mais indicadas para ajudar no tratamento, pois são eles que percebem quando os comportamentos mudam dessa forma podem auxiliar e encontrar a ajuda necessária.  Quando o depressivo não quer ajuda é importante que os familiares tenham muita paciência e dialoguem sobre as opções de tratamento.

“Depressão não tratada é como qualquer oura doença sem tratamento, começa a afetar a vida social, trabalho, escola e relacionamentos, como a dificuldade de superar doenças fisiológicas e em alguns casos o uso indiscriminado de álcool e drogas, podendo evoluir para o suicídio”, relata a Psicóloga.

Os tratamentos variam de pessoa para pessoas, sendo que na maioria das vezes é necessário intervenção medicamentosa e psicoterápica, porém em casos mais leves apenas a psicoterapia traz bons resultados.


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais