Recicladores de Xanxerê continuarão trabalhos em novo espaço

6 de fevereiro de 2018 10:09
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Recicladores de Xanxerê continuarão trabalhos em novo espaço (Fotos: Patrícia Silva/Lance Notícias)

 

“Estamos a 15 dias já sem trabalhar, até arrumar o barracão aqui na Femi, ainda temos que trazer umas britas, umas pedras para arrumar a entrada, fazer banheiros que não tem. Esse mês está bem complicado, já temos lojas atrasadas, água, luz, e só semana que vem vamos poder trabalhar”. Este é o relato de Adão Moreira, que faz parte da associação de recicladores Vida Nova, de Xanxerê.

A associação, assim como a Arxan, enfrenta dificuldades para realizar o trabalho no município. O grupo de pessoas faz parte de um processo fundamental no município, o de reciclar. Mas, há anos as associações passam de lugar em lugar, por não possuir uma sede própria. O último lugar onde eles estavam era em um espaço locado pela prefeitura no bairro Tacca. Mas, o proprietário pediu o lugar de volta e novamente eles precisaram procurar outro lugar.

Agora, a prefeitura os realocou em um novo barracão, mas como Adão mesmo explicou, o local precisa de reparos. Lembrando que a renda mensal média desses trabalhadores gira em torno de R$500, mas ficando três semanas sem trabalhar, a renda tende a ser ainda menor.

Ainda no mês de abril de 2017, a Prefeitura divulgou que os recursos para a construção do novo centro de triagem estavam garantidos, sendo que R$ 323,4 mil são oriundos da Funasa e, R$ 6,6 mil de contrapartida da Prefeitura de Xanxerê.

Leia também:

Recicladores aguardam aprovação de projeto para construção de novo centro de triagem em Xanxerê


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais