Recursos do Cartão CPESC auxiliam escolas em atividades pedagógicas e emergenciais

11 de maio de 2016 15:22
Educação Compartilhar no Whatsapp
Recursos do Cartão CPESC auxiliam escolas em atividades pedagógicas e emergenciais A ferramenta de gestão e auxilia na resolução imediata de problemas emergenciais (Foto: Divulgação)

As Escolas da Rede Estadual de Ensino contam desde 2014 com o Cartão de Pagamento do Estado de Santa Catarina (CPESC). Esta é uma ferramenta de gestão e auxilia na resolução imediata de problemas emergenciais nas unidades de ensino.

Na Escola de Educação Básica Dom Vital, no município de Ponte Serrada, o valor que varia de acordo com o número de alunos matriculados, tem papel fundamental. É com este recurso que a escola fomenta o trabalho pedagógico e criativo. Ao chegar na Dom Vital é possível perceber o ambiente escolar diferente. São personagens de histórias, objetos produzidos pela própria equipe e que remetem a educação, murais e ainda serviços de jardinagem em dia.

“O cartão complementa. Tudo o que o professor precisa a gente consegue dar este suporte através do valor que vem do cartão. Um ambiente agradável proporciona um ensino de melhor qualidade. A biblioteca alegre, o aluno sente prazer pela leitura. Salas harmoniosas são fundamentais para que os alunos se sintam bem e aprendam”, destaca a Diretora Nádia Terezinha Poletto.

A Escola conta com 791 alunos desde o 1º ano do Ensino Fundamental até o 3º ano do Ensino Médio e ainda oferece o curso de Magistério. As 22 salas de aula são equipadas com data show e tela elétrica de projeção, outras 13 salas possuem climatizadores. O recurso do cartão também auxilia na manutenção destes equipamentos. “Através deste recurso mantemos esses equipamentos em boas condições de uso e especialmente quando acontece algum problema”, sinaliza.

O valor é também empregado em pequenas reformas e serviços como parte elétrica, iluminação, torneiras e outras emergências que surgem durante o ano. Recentemente, a rampa que dá acesso às salas de aula foi reformada e o cartão proporcionou a aquisição de fita antiderrapante que garantiu a segurança dos alunos e professores já que o local ficou perigoso sem este adereço.

“Nós recebemos R$ 9,5 mil. É uma autonomia que o Governo do Estado nos deu. Uma atitude maravilhosa, pois o diretor sabe efetivamente as necessidades da escola, mas é preciso ter boa gestão e empregar de forma coerente e correta” diz Nádia.

 

Novidades na aula de Geografia

Noemi Barbieri Stürmer é professora de geografia e conta que os recursos pedagógicos são fundamentais. O cartão possibilitou a aquisição de materiais pedagógicos atualizados nas aulas. “Nós solicitamos o que precisamos e o diretor tem essa facilidade de nos proporcionar este material. Precisamos estar sempre atualizados para proporcionar aulas atrativas aos alunos”, conta a professora.

Aprovado pelos alunos

Quem de fato pode falar sobre os benefícios são aqueles que usufruem diretamente das ações viabilizadas com o recurso do Cartão CEPESC. Isaias Correia da Silva é aluno do 3º ano do Ensino Médio, faz parte do Conselho Deliberativo da Escola e acompanha todo o processo, desde os projetos que serão realizados durante o ano, as ações emergenciais até a prestação de contas. “Recentemente quebrou o balcão do banheiro dos meninos e já foi trocado. Essa rapidez é muito importante”, destacou.

Aira Antunes Poletto também é aluna  do Ensino Médio e tem a escola como referência. “Acredito que na região a EEB. Dom Vital seja exemplo de estrutura e gestão. Temos salas informatizadas com ar condicionado e isso faz a diferença para nós alunos”, comenta.

Alunos, pais, professores participam da prestação de contas na escola, além da comprovação dos investimentos que é realizada para a Secretaria de Estado da Educação.

Ensino Médio Inovador

A Escola de Educação Básica Presidente Artur da Costa e Silva de Xanxerê oferece o Ensino Médio Inovador para 115 alunos. Além das atividades emergenciais que contempla toda a escola e cerca de 800 alunos no Ensino Médio, o cartão ainda auxilia na manutenção das oficinas que são ofertadas aos alunos que estudam em período integral. São aulas de violão, artesanato, capoeira, futsal, dança e tênis de mesa, realizados duas vezes por semana.

“Conseguimos dar suporte nas oficinas com materiais para as aulas de artesanato, cordas para os violões, material para as atividades esportivas. Ano passado a Escola realizou um trabalho diferente nos muros externos. Os alunos pintaram os muros e esse recurso nos auxiliou nessa atividade”, explica o Diretor Edegar Fumagali.

Jardinagem

Uma escola bem cuidada também é reflexo positivo para os alunos. Recentemente a Escola de Educação Básica Presidente Artur da Costa e Silva de Xanxerê deu uma nova cara para seu entorno. O jardim da Escola foi revitalizado através da compra de ferramentas, mudas de árvores e flores. “Não tínhamos recursos para isso. E agora conseguimos pois de acordo com as prioridades e possibilidades de investimentos através desse recurso, também estamos aptos a adquirir tais produtos”, comentou o Diretor.

O Cartão

Para a responsável pelo Cartão CPESC da Gerência de Educação da Agência de Desenvolvimento Regional de Xanxerê, Tereza Cristina Giordani, o cartão CPESC é um recurso fundamental para as escolas, permite de forma rápida  atender as necessidades e urgências. “A boa gestão destes recursos, mais a participação e acompanhamento da comunidade escolar possibilitam o atendimento das prioridades nas unidades escolares, sempre com foco na oferta de ensino de qualidade”, enfatiza.

A soma entre as cerca de 40 escolas que compreendem a Regional é de R$ 255,5 mil pagos em duas parcelas nos meses de março e agosto.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais