Rede da Mulher será implantada em Xanxerê para auxiliar vítimas de violência doméstica

4 de junho de 2019 15:44 | Visualizações: 228
Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Rede da Mulher será implantada em Xanxerê para auxiliar vítimas de violência doméstica Foto: divulgação

O número de mulheres vítima de violência doméstica são alarmantes. Pode-se dizer que diariamente mulheres são vítimas do machismo e sofrem os mais variados tipos de agressão sendo física ou psicológica e, em casos mais graves, podendo até perder a vida.

Diante deste cenário, Xanxerê tem se movimentado no sentido de promover ações e políticas públicas para ajudar às mulheres que vivem nesta situação e, muitas vezes, se sentem fragilizadas para sozinhas conseguir seguir a própria vida.

Com isso, o Ministério Público, Polícia Militar em parceria com o Conselho Municipal da Mulher busca criar a Rede da Mulher.

– Temos a Rede do Idoso que está funcionando bem e agora temos o projeto para construir a Rede da Mulher, temos o projeto já que a Polícia Militar nos procurou. Já buscamos contato também com a presidente da Rede Feminina de Combate ao Câncer e vamos procurar o Conselho da Mulher para criar essa Rede Municipal de Atenção à Mulher – comenta o promotor de Justiça, Marcos Augusto Brandalise.

O promotor destaca ainda que a atenção maior será dada às mulheres vítimas de violência doméstica e que o trabalho em conjunto, tende a agilizar os processos, bem como garantir maior segurança às vítimas e possivelmente, criar novas políticas públicas para que possam somar com o projeto.

– Vamos primeiro dar atenção especial à mulher vítima de violência doméstica. A Polícia Militar está com o projeto bem legal chamado de Rede Catarina, então vamos fazer uma atuação conjunta do Poder Judiciário e Ministério Público para que todas as medidas que o MP se manifestar, e o Judiciário deferir, de proteção, sejam acompanhadas as vítimas, pela PM. Depois queremos trabalhar com o Conselho Municipal pois é ele que pode sugerir políticas públicas. A rede do Idoso já mostrou que funciona agora queremos fazer isso com a Rede da Mulher – finaliza.

O projeto ainda não tem data para iniciar, mas deve ocorrer nos próximos meses. O objetivo é que uma policial mulher acompanhe periodicamente, realizando visitas às vítimas.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais