Região Oeste contabiliza danos devido às fortes chuvas

3 de outubro de 2018 07:41 | Chuva , Clima Compartilhar no Whatsapp
Região Oeste contabiliza danos devido às fortes chuvas Foto: divulgação

A terça-feira (02), foi de muita chuva em Marema. A estimativa é que das 8h até às 9h30min, choveu aproximadamente 70mm na cidade (dados de um produtor rural – avaliados pela Defesa Civil). O grande volume de chuva, em tão pouco tempo, fez com que o riacho que corta a cidade, transbordasse. O mesmo ocorreu com bueiros em diferentes pontos da área urbana. Ainda nessa terça-feira, a Defesa Civil e os integrantes do Grupo Integrado de Ações Coordenadas- Grac, avaliaram a situação.

Ainda no momento da enxurrada, equipes da Prefeitura e da Defesa Civil, atuaram no trabalho de resposta à catástrofe. Maquinários foram usados para desobstruir valas, ruas e bueiros. Pontos críticos foram verificados nas Ruas José Gaspari, Lauro Muller, Vidal Ramos, Hercílio Luz e Júlio de Castilho e no interior, nas comunidades de Barra do Golfo, Baliza e Carlos Gomes.

No momento da forte chuva, alguns espaços da creche municipal Portinha do Futuro, começaram a alagar. Por medida de segurança, professores e profissionais da prefeitura evacuaram o local. Trinta e cinco crianças foram levadas para o Núcleo Escolar Municipal ou encaminhados para a casa de familiares.

Nesta tarde, a situação do município foi discutida em reunião entre o Prefeito de Marema, Adilson Barella, o Coordenador Regional da Defesa Civil, Luciano Perin; e integrantes do Grac. Conforme o Prefeito, por medida de segurança, foram canceladas as aulas durante todo o dia, de aproximadamente 287 alunos da creche, Núcleo Escolar Municipal e também na Escola Estadual Zelindo Carbonera.

Os levantamentos dos prejuízos seguem no interior do município, onde riachos também transbordaram e ocorreu a destruição de estradas. Ainda não há números com relação as perdas nas lavouras. Na área urbana, foram contabilizadas pelo menos 45 pessoas afetadas, sendo 15 residências atingidas pela enxurrada; cinco estabelecimentos comerciais e uma unidade de ensino público.

Segundo o Prefeito Barella, ações de resposta imediata foram tomadas pela Administração Municipal, equipes de infraestrutura e servidores ligados ao Grac. “É preciso destacar que desde o ano passado, Marema tem cadastrado um projeto junto ao Governo Federal, para canalização do riacho que corta a cidade e que já transbordou em outras oportunidades. Devido ao período eleitoral, estamos com o bloqueio de verbas, mas são obras de emergência, que estão programadas e devem ocorrer o mais rápido possível, para resolver os problemas com alagamentos,” afirma.

A Prefeitura de Marema, a Defesa Civil e o GRAC seguem alerta, devido à novas previsões de chuva. Nesta quarta-feira (03), as aulas devem ser retomadas nas três unidades de ensino do município, no entanto, a população será avisada sobre decisões contrárias.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais