Regional de Saúde conta com mais dois biólogos no combate ao Aedes Aegypti

13 de julho de 2016 09:11
Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Regional de Saúde conta com mais dois biólogos no combate ao Aedes Aegypti (Foto: Internet)

A Gerência Regional de Saúde, que faz parte da Agência de Desenvolvimento Regional (ADR) de Xanxerê, recebeu reforço na equipe de trabalho. A partir de agora dois biólogos passam a atuar na Gerência e farão parte da equipe que trabalha diretamente no combate ao mosquito Aedes aegypti.

Conforme o Gerente de Saúde, Airton José Tedesco, os profissionais participaram de um processo seletivo e estão passando por treinamentos para atender os 17 municípios que compreendem a área de abrangência da Gerência.

“Com esses novos profissionais teremos um trabalho mais atuante e eficaz.  Estávamos buscando este reforço e agora conseguimos. Esses profissionais já tem uma experiência e terão papel fundamental no combate ao mosquito”, enfatizou Tedesco.

A supervisora do programa de combate ao mosquito, Elizandra Schoenardie, explica que durante o inverno diminuem os focos e os casos, mas que é preciso continuar com o monitoramento e com as ações de prevenção.  “Continuamos com a supervisão nos municípios e sempre buscamos focar na questão educativa, especialmente nas escolas, e ainda buscamos fazer com que a Vigilância Sanitária dos municípios cumpra o seu papel”, enfatizou.

O secretário executivo da ADR de Xanxerê, Edegar Giordani, considerou que se trata de uma questão de saúde pública e que é preciso fortalecer a parceria entre Governo do Estado, municípios e a população para que o número de casos não aumente. “O trabalho está sendo feito com eficiência pelos nossos profissionais mas precisamos do apoio de todos. Agora com mais dois biólogos aumenta a estrutura de pessoas para que possam auxiliar nesse trabalho. Quando mais profissionais melhor, mas o comprometimento é também da população em fazer a sua parte”, destaca.

O município com o maior número de casos registrados foi o de Bom Jesus. A Gerência de Saúde registrou 83 casos até o final de maio. Os profissionais buscam manter a prevenção e o controle já que o problema pode voltar com o aumento das temperaturas.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais