Restam poucas doses da vacina para população em geral após o término da campanha

3 de junho de 2019 11:42 | Visualizações: 881
Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Restam poucas doses da vacina para população em geral após o término da campanha Foto: Milton Michida

A partir desta segunda-feira (3), toda a população xanxerense pode buscar uma unidade de saúde para se imunizar contra a gripe. Isso porque, com o término da Campanha Nacional de Vacinação contra Influenza, as doses que sobraram para os grupos de risco serão ofertadas à população em geral.

De acordo com a enfermeira responsável pelo setor de vacinação, Waldereza Dal Molin, o município de Xanxerê atingiu 88% do público alvo imunizado ao final da campanha. Segundo ela, esse número surpreendeu.

– Este ano podemos dizer que foi atípico. Chegamos muito perto da meta de vacinação, que é 90%, nestes últimos dias de campanha. Em outros anos a campanha era prorrogada e nem sempre conseguíamos atingir tantas pessoas imunizadas – comenta.

Isso beneficia também a população, uma vez que muitas vezes as doses eram liberadas somente após o início do inverno.

– Isso beneficia a população também, porque em outros anos que foram liberadas as doses, o inverno já tinha começado e muitas pessoas já tinham ficado doentes. Mas, como sobrou cerca de 2% do total de vacinas, quem deseja se imunizar deve buscar uma unidade de saúde o quanto antes – destaca.

Waldereza explica que não virão mais doses, sendo que serão aplicadas apenas esse quantitativo que sobrou. Além disso, pessoas que fazem parte dos grupos de risco ainda podem se vacinar.

 

Salas de vacina

No município, são seis unidades de saúde com sala de vacinas, sendo elas nos seguintes bairros: dos Esportes, Castelo Branco, Vista Alegre, Vila Sésamo, Nossa Senhora de Lourdes e Hélio dos Anjos Ortiz. O atendimento é das 7h30min às 11h30min e das 13h às 17h.

Waldereza destaca que todas as salas de vacina ainda tem doses disponíveis e a recomendação é que a pessoa busque a sua Unidade de Saúde de referência.


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais