Sala do Empreendedor contribui para o fomento de negócios em Xanxerê

23 de agosto de 2019 08:08 | Visualizações: 710
Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Sala do Empreendedor contribui para o fomento de negócios em Xanxerê A microempreendedora produz agnoline e outros produtos desde julho de 2018

Ter uma ideia inovadora, vontade para desenvolver uma atividade e persistência para manter-se no setor não são ingredientes para uma receita de sucesso nos negócios. Alguns empreendedores têm dificuldade em definir estratégias de expansão ou ações para impactar seu público-alvo, por isso a solução é buscar orientações.

Para os microempreendedores individuais (MEIs) uma alternativa é a Sala do Empreendedor, que incentiva a legalização de negócios informais que se enquadrem nos requisitos estabelecidos pela Lei Complementar 123/06, facilita a abertura de novas empresas e oferece informações e capacitações. A iniciativa é das Prefeituras Municipais, com apoio do Sebrae/SC. Entre os serviços oferecidos estão o planejamento de um novo negócio; formalização para MEI; alteração, declaração anual, impressão de boleto e baixa para MEI; gerenciamento de empresa e como vender para órgãos públicos.

A microempreendedora de Xanxerê, Irondina Maria de Oliveira, produz desde julho de 2018 agnoline, tórtei, lasanhas, macarrão e pão de mel recheado com doce de leite e cobertura de chocolate meio amargo, um de seus diferenciais, pois além de ser uma opção de lanche é utilizado como lembrança de eventos. Para ampliar suas vendas buscou orientação na Sala do Empreendedor do município, onde foi incentivada a participar do Arena Sebrae/SC, realizado no mês de julho deste ano.

– Durante o evento recebi o estímulo de que precisava para dar continuidade em minha ideia e de colocá-la em prática – comenta.

Irondina recebeu consultoria do Sebrae/SC e implantou inovações na área das mídias sociais, com a criação de uma página no Facebook (https://www.facebook.com/irondina013) e um perfil no Instagram (@deliciasdairon).

– Já tenho resultados positivos com a utilização destas ferramentas e um bom incremento das vendas, por isso agradeço ao Sebrae/SC pelo ótimo trabalho realizado em apoio aos microempreendedores – avalia.

 

Sala do Empreendedor

A novidade da Sala do Empreendedor de Xanxerê é a ampliação do horário de atendimento que passará atender das 7 às 13 horas, de segunda a sexta-feira.

O secretário municipal de desenvolvimento econômico, Charles Rabaiolli, enaltece que a Sala do Empreendedor intensificará os atendimentos, proporcionando facilidade pela ampliação do horário de trabalho e comodidade para os microempreendedores receberem as orientações.

– Os serviços disponibilizados incentivam a formalização e oferecem acesso ao conhecimento sobre vários aspectos que envolvem a gestão de empresas, contribuindo no fomento dos negócios locais – explica.

De acordo com o gerente regional Oeste do Sebrae/SC, Enio Albérto Parmeggiani, em breve o Sebrae estará mais próximo dos MEIs, atuando na Sala do Empreendedor, que já responde por 90% dos atendimentos aos empreendedores no município.

– Desde a inauguração do espaço, em julho de 2018, as orientações cresceram consideravelmente, atingindo em um ano, até julho de 2019, 2.775 atendimentos – enaltece.

 

Arena Sebrae

A 1ª edição do Arena Sebrae/SC reuniu empresários e potenciais empreendedores de Xanxerê e da região no mês de julho. O evento teve apoio da Prefeitura de Xanxerê e parceria das seguintes entidades e instituições: Unoesc, Associação Empresarial (ACIX), Câmara de Dirigentes Lojistas (CDL), Federação das Indústrias do Estado de SC (FIESC), Senai, Sesi, Senac, Conselho Municipal de Turismo, Sociedade de Garantia de Crédito (GaranteOeste) e Associação dos Municípios do Alto Irani (Amai).

A iniciativa contemplou cinco palestras máster e mais de 50 eventos com duração média de uma hora, realizados simultaneamente nos dois dias, com renomados palestrantes e profissionais da área de tecnologia e inovação. Entre os temas em destaque estiveram gestão, inovação, marketing, turismo regional, linhas de crédito, vendas, compras governamentais e eSocial. A programação também incluiu consultorias individuais, oficinas práticas sobre modelagem de negócios, painel de oportunidades e conhecimentos em ambientes de inovação a exemplo do espaço de realidade virtual do Sebrae.

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais