Santa Catarina não terá Lei Seca durante as eleições

7 de outubro de 2018 08:09 | Eleições 2018 , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Santa Catarina não terá Lei Seca durante as eleições (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Pela quinta vez na história política de Santa Catarina o Estado não terá Lei Seca no dia 7 de Outubro, dia das eleições. Desta forma a venda de bebida alcoólica está liberada. A decisão foi anunciada na última semana pelo Delegado Geral da Polícia Civil, Aldo Pinheiro D’Ávila, após encontro com o presidente do Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina, desembargador Luiz César Medeiros. No entanto, alerta o delegado, excessos serão punidos.

De acordo com o Delegado Geral, situações pontuais serão resolvidas através das Delegacias Regionais de Polícia. Aldo Pinheiro D’Ávila também confirmou reforço nos plantões das delegacias de polícia, em todo o Estado para atendimento ao acréscimo de demanda de procedimentos. O serviço de disque denúncia 181 também estará operando normalmente recebendo chamadas.

A medida foi adotada em razão de não existir lei específica que determine sua proibição. O Delegado Geral também destaca a característica histórica da população catarinense, de tranqüilidade e harmonia registrada durante os processos eleitorais. “Também levamos em consideração esses pontos”, destacou.

O Delegado Geral alertou, porém, que qualquer desvio de conduta poderá ser enquadrado estritamente dentro dos aspectos legais vigentes, não havendo razão para as restrições impostas pela chamada “lei seca”, uma portaria já abolida na maioria dos estados brasileiros. As polícias Civil e Militar, a exemplo dos outros anos, estarão com todo o seu efetivo atuando no dia do pleito para garantir a ordem pública.

“A atenção dos órgãos policiais será redobrada durante a eleição, e qualquer ocorrência policial será rigorosamente punida dentro da legislação vigente”, destacou Aldo Pinheiro D’Ávila. Esta é quinta vez que a portaria não será reeditada em Santa Catarina. A primeira foi no segundo turno das eleições para prefeito de Florianópolis,em outubro de 2004. As outras duas no primeiro e segundo turno nas eleições de 2006 e a quarta em 2010. (Fonte: Secretaria de Estado de Segurança Pública)


Por: Alessandra Oliveira

Deixe seu comentário

Saiba Mais