Santa Aurora
Santa Aurora Direita

Santa Catarina vai definir estratégia para ampliar vacinação contra a Covid-19 por faixa etária

Nicole Rocha | Covid-19 | 28/05/2021 16:02
Santa Catarina vai definir estratégia para ampliar vacinação contra a Covid-19 por faixa etária
Compartilhar no Whatsapp
Visualizações: 29780

Pauta prioritária do governador Carlos Moisés, em Brasília, o cronograma de vacinação contra a Covid-19 tem novidade importante. A boa notícia confirmada ao chefe do Executivo estadual após reunião da Comissão de Inter gestores Tripartite nesta quinta-feira (27), é que estados e municípios estão liberados para avançar na imunização por faixa etária. Poderá adotar a estratégia, quem não apresente ou tenha diminuída a demanda para vacinação dos grupos com maior risco, conforme o Plano Nacional de Imunização (PNI).

A Comissão Tripartite, com secretários e gestores de saúde de estados, municípios e da União, deliberou que as Comissões de Inter gestores Bipartite (CIB) já podem pactuar imediatamente a estratégia, garantindo percentual de doses para a continuidade da vacinação dos grupos prioritários.

O governador comemorou a notícia e determinou agilidade para que, assim que definidos os critérios, o Estado, com a parceria dos municípios, possa distribuir doses da vacina para mais catarinenses.
– Esse é o nosso maior desejo, acelerar a vacinação e garantir que cada vez mais catarinenses tenham acesso às doses. Imediatamente, vamos construir, em conjunto, a melhor estratégia para fazer o cronograma avançar – disse
O governador que também esteve reunido com o ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, tratando das ações de enfrentamento à pandemia e do envio de mais doses de vacinas para Santa Catarina.

De acordo com o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, nesta sexta-feira (28), ocorrerá uma primeira reunião, no âmbito da Comissão de Inter gestores Bipartite (CIB), para discutir o modelo que será adotado em Santa Catarina.
– Conforme a determinação do governador Carlos Moisés, já começaremos a definir como será o trabalho. É fundamental que tenhamos agilidade para garantir o fluxo da vacinação e, a partir das orientações do Ministério da Saúde, a expansão do cronograma para a população catarinense – finaliza Motta Ribeiro.

Deixe seu comentário

Acesse nosso grupo de notícias