Secretária de Saúde e coordenadoras de vigilâncias participam de encontro com governo do Estado

3 de fevereiro de 2017 11:24
Comunidade , Saúde , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Secretária de Saúde e coordenadoras de vigilâncias participam de encontro com governo do Estado Foto: divulgação

Atendendo a uma convocação do secretário de Estado da Saúde, Vicente Caropreso, estiveram em Chapecó durante quinta-feira (2), as equipes da Secretaria Municipal de Saúde. A reunião foi necessária para relatar os dados de 2016, onde diversas cidades em todo Estado foram consideradas infestadas pelo Aedes Aegypti, a exemplo de Xanxerê. E, também, reforçar o pedido de alerta para este novo ano.

A secretária Municipal de Saúde, Iara Callfass, esteve acompanhada da coordenadora do Programa de Combate a Dengue, Janete Rodrigues e, da coordenadora de Vigilância em Saúde, Caroline Cenzi. Além disso, representantes de todo o grande Oeste estiveram reunidos. Conforme a secretária Iara, foi repassada a importância de dar continuidade aos trabalhos durante 2017.

“Não tenho casos registrados, nem de dengue, zika ou chikungunya, neste ano. O secretário de Estado solicitou a todos que continuamos em alerta, especialmente porque estamos no período de verão. A importância também de continuar as vistorias, com as agentes endêmicas, e especialmente que a comunidade continue colaborando, mantendo os cuidados evitando a água parada, que é onde o mosquito se prolifera”, comenta.

A secretária representou o prefeito Avelino Menegolla, que cumpria agenda em Florianópolis. “O governo do Estado solicitou que todas as prefeituras trabalhem unidas, disponibilizam a estrutura para as ações que vamos desenvolver, pois esses cuidados não são somente da saúde, mas de toda prefeitura junto com a comunidade”, finaliza.

Para atuar no combate a dengue, a Secretaria vai realizar campanhas de conscientização e, 15 agentes endêmicas estão a campo, realizando as devidas vistorias nas armadilhas fixadas em pontos estratégicos no centro da cidade e nos bairros.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais