Servidores municipais se reúnem para votar proposta referente ao Plano de Carreira

21 de agosto de 2019 18:00 | Visualizações: 668
Comunidade , Política Compartilhar no Whatsapp
Servidores municipais se reúnem para votar proposta referente ao Plano de Carreira Foto: Divulgação

Estarão reunidos na noite desta quarta-feira (21), servidores e professores do município para Assembleia Geral do Sindicato dos Trabalhadores no serviço Público Municipal de Chapecó e Região (Sitespm). O encontro acontecerá no centro comunitário da igreja matriz, a partir das 19 horas. A Assembleia será ministrada pela presidente Vania Barcellos.

Na pauta será debatida a proposta encaminhada pelo governo municipal referente as alterações no Plano de Carreira dos Professores e Servidores. Conforme Vania, diversas assembleias por segmentos aconteceram até agora para que um único documento seja aprovado no dia de hoje e, posterior seja encaminhado do governo.

– Após a aprovação da posição da categoria hoje, a direção do Sindicato vai entregar ao governo a proposta. Posterior a isso haverá uma nova assembleia para ver se aprovamos ou não o que o governo irá propor. Nada irá para Câmara de Vereadores sem os sindicalizados se reunir antes e apresentar a posição final ao governo – explica a presidente.

A assembleia será dividida em três votações, sendo a primeira para votar a proposta do governo; a segunda a votação da contraproposta e a terceira as abstenções. Conforme a proposta elaborada pelo Sindicato após assembleias, o pedido é que se tenha aumento real para todos os segmentos; que a progressão por cursos que acontece a cada 3 anos, que passe a ser de 1% ao ano; triênio de 6% que poderia ser de 5%; e ainda, os servidores e professores não abrem mão dos adicionais por títulos.

Diante disso, o governo municipal apresentou tal proposta: aumento real para cerca de 20 cargos defasados, triênio de 6% passar a ser de 3%, adicional por curso de 4% passar a ser 2% (são concedidos a cada 3 anos), adicional por títulos de 5% para todos os servidores e professores.


Por: Carol Debiasi

Deixe seu comentário

Saiba Mais