Sindicato dos servidores públicos de Xanxerê protocola comunicado de Greve Geral

4 de novembro de 2016 10:16
Comunidade , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Sindicato dos servidores públicos de Xanxerê protocola comunicado de Greve Geral Sindicato dos servidores públicos de Xanxerê protocolam comunicado de Greve Geral (foto: Divulgação)

Na última segunda-feira (31) o Sindicato dos Servidores Públicos de Chapecó e Região, do qual Xanxerê faz parte se reuniu e decidiu por aderir à “Greve Geral”, no próximo dia 11 de novembro. Nesta quinta-feira (03) o presidente da Coordenação Municipal do SITESPM-CHR em Xanxerê Dionis Toigo, juntamente com integrantes da Coordenação Municipal protocolaram o Comunicado de greve geral ao prefeito Ademir José Gasparini (PSD).

“O Prefeito foi bastante receptivo a posição dos Servidores com relação a greve geral que vai acontecer no dia 11 de novembro, reconhecendo a mobilização como justa e demonstrando respeito aos Servidores Municipais. O prefeito em Xanxerê informou que vai conversar com a Secretaria de Educação sobre a participação dos Professores na greve e dará uma reposta ao Sindicato nos próximos dias’, comenta o sindicato de Xanxerê, por meio de nota.

 

Sobre a greve

Após encerrar a Assembleia, a presidenta do SITESPM-CHR Vania Barcellos reuniu os presidentes das Coordenações Municipais dos municípios da Base Organizada do Sindicato para repassar orientações sobre a organização do dia 11.

A primeira orientação foi o repasse do Comunicado de Greve. Todos os presidentes presentes receberam o comunicado para protocolar nas prefeituras ainda essa semana. Após o protocolo os Servidores precisam se mobilizar e participar da GREVE GERAL no dia 11 de novembro. Serão cinco polos de Concentração para os Servidores Municipais da Base do SITESPM-CHR: Pinhalzinho, Chapecó, Xanxerê, Xaxim e Abelardo Luz.

Segundo a presidenta do Sindicato Vania Barcellos a Greve Geral de 11/11/2016 está no planejamento do Movimento Sindical desde que se concretizou a mudança no Governo Federal, pois os trabalhadores sabiam que após o Impeachment da Presidenta Dilma as reformas na área social e trabalhistas seriam realizadas pelo Governo do Presidente Michel Temer as quais atacam os Direitos conquistados pelos trabalhadores na CLT e na Constituição Federal de 1988.

“Nós Servidores Municipais vamos às ruas na Região Oeste de Santa Catarina para dizer ao Governo Federal que não aceitamos a PEC 55, a Medida Provisória que reformou sem debate o Ensino Médio, a aposentadoria aos 65 anos e todas as demais propostas de ataque aos trabalhadores e trabalhadoras que estão prontas para serem encaminhadas ao Congresso”.

Vania finaliza afirmando que a Direção do SITESPM-CHR está otimista com o nível de mobilização dos Servidores em todos os municípios da região. “Dia 11 faremos uma multidão de servidores concentrados nos municípios polos regionais”.

polos

 

 

 

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais