Sobem para sete os casos de dengue em Xanxerê, diz Vigilância Epidemiológica

13 de abril de 2016 15:46
Saúde Compartilhar no Whatsapp
Sobem para sete os casos de dengue em Xanxerê, diz Vigilância Epidemiológica (Foto: Patrícia Silva/Arquivo/Lance Notícias)

 

Nesta quarta-feira (13) a vigilância epidemiológica do município divulgou que os casos relacionados à dengue continuam aumentando. Agora, o município conta com sete casos de dengue confirmados. Os dois novos casos foram confirmados no bairro Tacca e no bairro Leandro. O número de focos também subiu de 394 para 429, entre o dia primeiro de janeiro deste ano, até esta terça-feira (12).

De acordo com informações da Coordenadora do Programa de Combate à Dengue, Janete Rodrigues, 52 casos de dengue foram descartados e outros 30 ainda aguardam o resultado. Em relação a zika Virus e a febre chikungunya não há novas suspeitas.

Acompanhe os números relacionados à dengue no município.

 

Orientações para evitar a proliferação do Aedes aegypti:

Evite usar pratos nos vasos de plantas. Se usar, coloque areia até a borda;

Guarde garrafas com o gargalo virado para baixo;

Mantenha lixeiras tampadas;

Deixe os depósitos para guardar água sempre vedados, sem qualquer abertura, principalmente as caixas d’água;

Plantas como bromélias devem ser evitadas, pois acumulam água;

Trate a água da piscina com cloro e limpe uma vez por semana;

Mantenha ralos fechados e desentupidos;

Lave com escova os potes de comida e de água dos animais no mínimo uma vez por semana;

Retire a água acumulada em lajes;

Dê descarga no mínimo uma vez por semana em banheiros pouco usados;

Mantenha fechada a tampa do vaso sanitário;

Evite acumular entulho, pois podem se tornar locais de foco do mosquito da dengue.

Denuncie a existência de possíveis focos de Aedes aegypti para a Secretaria Municipal de Saúde;

Caso apresente sintomas de dengue, chikungunya ou Zika vírus, procure uma unidade de saúde para atendimento.

 


Por: Direto da Redação

Deixe seu comentário

Saiba Mais