Supera- Ginástica para Cérebro atende em Xanxerê ajudando a melhorar a saúde mental

12 de setembro de 2019 18:28 | Visualizações: 2069
Informativo publicitário Compartilhar no Whatsapp
Supera- Ginástica para Cérebro atende em Xanxerê ajudando a melhorar a saúde mental

Supera é um curso individualizado, pensado especialmente para ajuda no desenvolvimento cognitivo da criança, adolescente, adulto e idoso. Auxilia e melhora o raciocínio lógico, concentração, memória, criatividade e autoestima. As aulas são, na sua maioria, práticas e estimulantes.

O método é disponibilizado em Xanxerê há mais de cinco anos e ainda oferece, aos interessados, uma aula gratuita, experimental, para conhecer mais.

– Trabalhamos a ginástica cerebral que ajuda a pessoa a desenvolver o raciocínio, para manter e melhorar a qualidade da saúde mental. Atendemos desde os cinco anos e sem idade máxima. Temos atividades que ajudam a desenvolver a velocidade de raciocínio, raciocínio lógico, memória, pensamento lateral, mas tudo isso para que a pessoa possa aplicar na sua vida – comenta Ronise Luzzi Seganfredo, diretora franqueada do Supera.

E você sabe como o método supera surgiu? A história é curiosa e envolve justamente uma criança que precisava desenvolver melhor a sua concentração e raciocínio lógico.

– Nosso presidente fundador, no interior de São Paulo, tinha o filho com dificuldade de concentração e já tinha tentado todas as formas de trabalhos disponíveis no mercado, mas nada dava resultado. Então, em uma das suas viagens, ele conheceu o Ábaco (Soroban), aprendeu e ensinou o seu filho. Com isso, criou uma escola em São José dos Campos, depois tornou em franquia e hoje já são 400 unidades em todo Brasil – detalha.

 

O método e o Alzheimer

O Alzheimer não tem cura, mas se a pessoa pré-disposta geneticamente a ter a doença tiver uma vida mental saudável e ativa, os sintomas tendem a ser consideravelmente mais singelos. Isso impacta de uma forma muito forte no cotidiano no paciente e das pessoas que estão ao seu redor.

– O esquecimento faz parte do envelhecimento. Mas, quanto menor a reserva cognitiva, maior a chance de a pessoa desenvolver o Alzheimer, segundo os estudos. No entanto, quanto mais a pessoa se manter ativa, menor será o esquecimento. Já o método é regido por três princípios: novidade, variedade e grau de desafio crescente, e eles fazem com que as pessoas saiam das suas zonas de conforto, da rotina, e assim o cérebro é estimulado – diz.

 

 

Evento

No dia 25 de setembro (quarta-feira), acontece, no auditório da CDL, um evento multiprofissional para abordar o Alzheimer nas suas várias faces, promovido pelo Supera Xanxerê. Interessados em participar podem entrar em contato por meio do telefone (49)  3433-4329 ou 9.8416-5327.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais