Superlotação: presídio de Xanxerê aguarda decisão para novas transferências

11 de julho de 2016 10:29
Comunidade Compartilhar no Whatsapp
Superlotação: presídio de Xanxerê aguarda decisão para novas transferências (Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias)

De acordo com o gerente interino do Presídio de Xanxerê, Marcos Barbosa, o presídio, que segue parcialmente interditado, aguarda decisão para que mais detentos sejam transferidos. No fim do mês de maio deste ano, 18 detentos foram transferidos para a Penitenciária Industrial de Chapecó. Agora, se aguarda novos remanejamentos.

Hoje o presidio conta com 270 detentos, quando deveria ter no máximo 200. De acordo com Marcos, somente detentos oriundos de crimes hediondos, Maria da Penha e de pensão alimentícia. Decorrentes de outros crimes, ficam em salas nas delegacias até conseguirem vagas em outros municípios, geralmente, Chapecó.

No dia 23 de maio deste ano 18 detentos foram transferidos para Chapecó, porém o juiz determinou que todos fossem trazidos novamente para Xanxerê. Dias depois, com a decisão do juiz expedida, os apenados foram transferidos novamente.

Além da superlotação, o presídio ainda apresenta outros problemas, como precárias condições das instalações da cozinha, sala de panificação e alojamento. A Promotoria Pública também constatou em vista realizada na terça-feira (10), risco elevado de incêndio por conta das precárias instalações da rede elétrica exposta, com sobrecarga de aparelhos ligados, bem como pelo uso de materiais de fácil combustão. A primeira interdição aconteceu em 2014 pelo menos motivo, superlotação além de irregularidades na cozinha que foi considerada insalubre pela vigilância Sanitária.


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais