Time de basquete cadeirante de Xanxerê está migrando para o Handebol

18 de novembro de 2016 10:17
Comunidade , Esporte em destaque , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Time de basquete cadeirante de Xanxerê está migrando para o Handebol (Foto: Divulgação/Imagem meramente ilustrativa)

 

Este ano foi de muita dificuldade para o time de basquete cadeirante de Xanxerê. Com a destruição do ginásio Ivo Sguissardi (atingido pelo tornado), local onde os treinos aconteciam e, sem treinador, que era cedido pela prefeitura de Xanxerê, o time não participou de competições.

Fundado ainda em 2010, pela Fraternidade Cristã da Pessoa com Deficiência (FCDX), o time treinava regularmente no Ginásio Ivo Sguissardi, local onde ficaram as cadeiras de rodas e os equipamentos necessários. Hoje, não há local para que os treinos aconteçam.

“Contamos com o apoio do Colégio Expressivo que esporadicamente cede a sua quadra para que possamos treinar. Mas, quando vamos para treino é complicado, é uma viagem para levar os atletas e outra as cadeiras”, comenta o atleta do time Oneide Jaques.

O time que possui 10 atletas, segue neste ano trabalhando sem treinador. “Fica o nosso apelo também, caso algum professor de educação física se comprometa a nos treina, nós agradecemos muito”, diz Jaques.

Migração para o Handebol

Apesar de possuir um histórico de vitórias, o time Dragões do Oeste está migrando do basquete para o Handebol.

“A gente está migrando para o Handebol, vamos treinar agora só o handebol, por que é mais fácil de nós treinar e a nível regional temos Chapecó que já migrou. O basquete é bastante elitizado, depois que Chapecó migrou para o handebol eles já foram até campeões nacionais. E, tendo um time aqui perto fica também mais fácil da gente treinar”, finaliza Jaques.

 


Por: Patricia Silva

Deixe seu comentário

Saiba Mais