Troco de um centavo: você exige ou não?

5 de dezembro de 2017 14:49
Comunidade , Economia , Lance Notícias , Xanxerê Compartilhar no Whatsapp
Troco de um centavo: você exige ou não? Foto: Patrícia Silva/Lance Notícias

Você já deve ter frequentado um estabelecimento comercial, ter gastando uma quantia em dinheiro e na hora do troco, não ter exigido aquela diferença de um centavo, não é mesmo? Mas você sabia que isso é direito do consumidor e, sim, o comerciante é obrigado a lhe devolver o troco, seja ele de três centavos.

Um exemplo, se em um supermercado que passa 500 pessoas por dia cada e cliente deixar um centavo no estabelecimento, no fim do dia este supermercado terá R$5,00 deste troco. Multiplicado pelos dias do mês, serão R$150,00, isso multiplicado aos meses do ano (12) no fim se terá em torno de R$1.800,00.

Winicius Pertile, coordenador do Procon de Xanxerê explica que alguns estabelecimentos de Xanxerê optam por devolver o troco com uma bala, ou até mesmo arredondar o valor para cima, um exemplo você gastou R$ 10,03 o valor cobrado pelos comerciantes é de R$ 10,05.

“O pessoal não reclama, mas como é um ou dois centavos de troco, o estabelecimento teria que arredondar para baixo e dar um troco maior, mas, muitas vezes arredondam para cima, ou é oferecido bala, mas o consumidor não é obrigado a aceitar”.

O aumento do valor na hora do troco, é considerado ilegal, por isso, os consumidores devem ficar atentos. “Essa prática de arredondar para cima, ou dar alguém item para complementar é irregular, então o alerta é para os clientes exigirem o troco”.


Por: Alessandra Bagattini

Deixe seu comentário

Saiba Mais